21 abril 2007

39


Dia 01 de junho farei 39 anos. Será o último ano dos trinta, dai deixarei de ser balzaquiana pra ser sei lá o quê. Quarentona, certo? Parece tão solene escrito aqui. E parece tão simples na minha cabeça.
Me lembro de uma entrevista que vi com Meryl Strep, onde ela disse que , quando fez quarenta, se sentiu, pela primeira vez, à vontade com a idade.
Talvez seja assim pra mim também. Sempre me senti mais velha que meus amigos. Na graduação, alguns amigos me chamavam de mãe, por meu incontrolável instinto materno que se satisfazia, na época, com eles.
Me lembro com carinho de mim mesma na adolescência. Acho que essa coisa rumar pros quarenta faz a gente elaborar um certo "balanço" da vida: fiz isso, não fiz aquilo, dei mais ou menos certo ali,acertei em cheio aqui, fracassei acolá. Pra fazer isso, sempre penso nos sonhos que eu acalentava quando era garota.
Ganhei e perdi coisas por esses anos, mas ganhei uma coisa incrível: perdi a angústia. Perdi a sensação de saudade de algo que não sabia o que era. Ganhei uma calma que só a maternidade pode me dar. Ainda sou ansiosa, qualquer um que conviva comigo mais de cinco minutos percebe isso, mas é diferente. Tirando honrosas e horrorosas exceções, essa ansiedade não dói.
Hoje eu sei que tudo que vivi, não foi tempo perdido.

24 comentários:

  1. Minha querida amiga,
    Acabei de fazer quarenta anos e eu digo que é uma libertação. Tô cagando e andando se a bunda caiu, se o peito caiu, se a cara caiu todinha porque eu não me preocupo mais em ganhar o prêmio Miss Piscina.
    Meu corpo é meu. Todo meu e eu conheço ele como nunca conheci.
    Me libertei das esperanças vãs.
    Me libertei das culpas e angústias sádicas.
    Me libertei da ingenuidade tola.
    Minha alma tem quarenta mil anos e ainda está tricando, luzindo, novinha em folha.
    Eu toda estou assim. Me sinto maravilhosa, poderosa, cheia de força de mulher.
    Eu acho que agora a coisa vai ficar boa pro meu lado. Mais ainda.
    Os quarenta são uma delícia!

    ResponderExcluir
  2. Vivien, que post gostoso.
    Agora antes de mais nada, deixa eu te dizer que fazer quarenta é igual fazer cinquenta, já fiz e sei o que estou falando.
    Mas falando sério, o melhor é essa tranquilidade que você está sentindo, o gosto pela vida, sem importar quantos anos você têm.
    Rugas? celulite? e outras coisinhas mais? Que importa? Isso faz parte do nosso corpo, e a partir do momento que aceitamos isso, somos muito mais felizes.
    Diga sempre, eu estou feliz comigo, gosto do meu jeito de ser.
    E é isso.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. fazer 40 é a única coisa melhor que fazer 30! Como já me havia alertado uma sábia amiga que quarentou algum tempo antes de mim, 30 é bacana porque a gente finalmente sabe o que não quer; 40 é melhor porque a gente finalmente sabe o que quer.

    ResponderExcluir
  4. ah, sim, outra coisa: passei dos quarenta me preocupando que nada caia, me chacoalho nas águas da hidroginástica pra queimar a gordureira, mandei bala no face-lifting e estou preparando a conta bancária para aquela redução da barriga que vai me deixar gostosona de biquini de novo. Meu corpo é meu, como disse a tatiana!

    ResponderExcluir
  5. se eu tivesse que escolher a vida antes ou depois dos quarenta, eu não teria nenhuma dúvida, tudo o que foi falado pelas que me antecederam é a mais pura verdade.

    ah! eu tô com 62 e tá cada vez melhor! só que a força da gravidade é grande, hehehe!

    ResponderExcluir
  6. Tati, nem vem com essa história de coisa caída porque tu ta inteirona, mulher..hahahah
    E vc expressou bem o que é fazer 40, adorei.;0)

    ResponderExcluir
  7. Ana, o bacana disso tudo é a mudança de foco em relação a absolutamente....tudo.;0)

    ResponderExcluir
  8. Maroto, vc está certíssima.;0)
    Eu preciso tomar vergonha na cara e continuar a minha dieta....

    ResponderExcluir
  9. Rosamaria, eu entendo o que vc diz.Beijos.;0)

    ResponderExcluir
  10. É engraçado, mas ultimamente eu tenho tido muita vontade de ter 40 anos. E depois de tudo que você escreveu aqui, fiquei mais entusiamada ainda :)

    ResponderExcluir
  11. Márcia..hahahahh....eu to curtindo. O que de bacana me reserva esses 39? tcham, tcham.;0)

    ResponderExcluir
  12. Vi, adoro ler os seus post, retrata muito oque sente descrito em palavras...mas de verdade eu nao senti essa transiçao ao fazer 40...(olha ja vou fazer 44), pois creio que todas as etaps de nossas vidas sao importantes, sao de aprendizagem...a diferença e que com 20 acreditamos poder comer o mundo....aso 30 sentimos que temos que mudar algo...e aos 40...queremos ter tudo que tivemos com 2o acrescidos de madurez...e muito dificil minha amiga, ja te digo...
    E viva os 39 minha amiga...eu sempre tento viver a minha vida um dia de cada vez com se fose unico...e assim vou levando...

    Beijinhos carinhosos do outro lado do oceano

    ResponderExcluir
  13. Vivien,
    Sempre tive dificuldade com a idade. Detestei fazer trinta, odiei os quarenta, quase morri quando fiz cinqüenta. Freqüentemente escrevo sobre o medo que tenho de morrer e o passar dos anos me aproxima desse ponto final.
    Acho porém que as mudanças são pequenas. Minha cabeça continua jovem, fisicamente procuro me cuidar, gosto de viver. Tenho certeza que com você é igual. Nada vai mudar.
    Beijão

    ResponderExcluir
  14. Vivien8:48 AM

    Adriana, muito bom saber que vc gosta de "me ler".;0)
    Essas mudanças todas são sempre muito bacanas.

    ResponderExcluir
  15. Vivien8:51 AM

    Lord, tenho um medo patológico de morrer. Já disse isso aqui muitas vezes e já até meio que surtei em um post ( "Cronos devora tudo").
    Mas, e eu sei que isso é incoerente, adorei fazer trinta e estou gostando muito da idéia de fazer quarenta.Pra uma ansiosa crônica, se ver livre paulatinamente dessa ansiedade é uma coisa mágica.
    Mas eu ainda tenho presssa, sempre.;0)

    ResponderExcluir
  16. Sibila9:16 AM

    Cara amiga, colega de profissão (isso 1 pouco nebuloso pra mim), de opiniões (na maior parte das vezes), de idade(!!!), de signo - apesar de eu ser do úRtimo dia de gêmeos, portanto, segundo os astrólogos (meu marido, por ex), c/ gde influência de câncer; e já q o ascendente é câncer, lascou de vez! Ô chororô! Acho legal o jeito q vc tá encarando a entrada nos enta: eu, por enquanto, só PENTA (de pentelha mesmo). E me conta, me diz como é que uma geminiana da gema pode ser tão decidida e bem resolvida como vc? Putz, acho q eu adolescente demais, é isso, não?! Beijo e que venham os Enta, tenta, tenta, tenta.

    ResponderExcluir
  17. Vivien,é nos quarenta que a coisa esquenta.
    Um beijho

    ResponderExcluir
  18. Sibila, a gente tem mesmo um monte de coisas em comum...super bacana isso. Aliás, to esperando seu email!!!;0)
    E sou geminiana meeeesmo, com todas as qualidades e defeitos, e o pior, ascendente em Leão.
    Me disseram que depois dos trinta o ascendente toma conta, pois é, tô totalmente Leão, exibiiiiiida mesmo...hahahahh
    beijos.

    ResponderExcluir
  19. Valter, espero que sim! bj.

    ResponderExcluir
  20. Mamâe4:38 PM

    Vivinha
    Faz 39 já???????
    Parece que foi ontem, que eu a peguei no colo pela primeira vêz, tão linda,tão pequenina, tão minha.
    Sinto que fui presenteada por Deus em ser sua mãe, pode me chamar de brega, mas não há outra forma de expressar emoções.
    Toda a sua caminhada nesta vida, quer como criança,jovem, mulher e mãe é motivo de muito orgulho para mim. Falei pronto.
    Mamãe

    ResponderExcluir
  21. *




    se vc foi velhinha por tanto tempo, talvez esse seja o momento de ser adolescente.
    ser uma coisa só, sempre, é muito chato, vai por mim.




    *

    ResponderExcluir
  22. Mãe, que comentário lindo...adorei.;0)

    ResponderExcluir
  23. Xõn- Schon : nada é mais chato do que adolescente...ahhahahah

    ResponderExcluir
  24. Depois que fiz 40 minha vida ficou deliciosa!

    Me deu uma coragem e uma urgência de ser feliz... Tá sendo maravilhoso!

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: