20 dezembro 2006

Final feliz


Soube que a Fulana se mudou: viajou com um personal de 1.95m pra Israel e foi morar em um kibutz. Dizem que tiveram uma briga homérica sobre os territórios ocupados e ela quebrou um ou dois pratos na cabeça dele.
Parece que depois Fulana passou um tempo em Paris com um escultor que falava latim. Bom, não entendi ao certo se ele falava latim, mas duas palavras parece que ele sabia à perfeição.
Mas Fulana se desentendeu com o escultor, arrumou sua mala e se mudou. Disse que ia tentar os pintores...
Viajou sem rumo uns meses, trabalhando aqui e ali. Pintou o cabelo de vermelho, tatuou um símbolo da cabala na nuca e mudou o nome pra Sarah.
Hoje dirige uma galeria de arte alternativa e mora com seus três namorados no Soho.

8 comentários:

  1. Anônimo8:10 AM

    Mora com os três???
    Inveja! Inveja! E inveja é uma merda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Fulaninha é 50% sábia, 50% esssssperta...

    ResponderExcluir
  3. Tati, Sarah mandou dizer que não empresta nenhum deles.;0)

    ResponderExcluir
  4. leo, nada, rapaz, Sarah é booooooba....rsrs

    ResponderExcluir
  5. Anônimo12:06 PM

    Pelo modo como ela flui nas histórias, sem pesos e nem receios, dá pra ver que Fulana sabe brincar de viver. E aí é que a gente vê de onde vem a cara de boba - que de tola nada tem.
    :)

    ResponderExcluir
  6. Anônimo12:09 PM

    Pelo modo como ela flui nas histórias, sem pesos e nem receios, dá pra ver que Fulana sabe brincar de viver. E aí é que a gente vê de onde vem a cara de boba - que de tola nada tem.
    :)

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Felipe, navegar é preciso.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: