18 outubro 2007

"Eu vou bater na madeira três vezes com os dedos cruzados"











Eu estava na estrada, indo para o médico. A gasolina, no toco, e eu rezando pra bichinha durar até eu pegar dinheiro e abastecer.
Vinha cantando, bela e formosa, com meu rabo de cavalo, óculos escuros e um grande bom humor.
O carro começou a engasgar, engasgar, miar, miar. Parou.
No minuto que parou eu comecei a suar, de nervoso, de calor, de desespero: sozinha com o carro parado na estrada.
Mas como diz o caboclo, desgraça vem em trinca e eu estava sem crédito no meu celular e sem grana. Mas não é que eu estava com pouca grana...eu não tinha passado no banco, estava zerada.
Então, vejam a situação: carro parado, sem dinheiro e sem celular.Ainda bem que não tinha uma faca de pão por perto.
Então liguei pra Frou - aliás, liguei na casa dos pais a cobrar *** pausa para sentir o gosto do constrangimento *** e pedi socorro.
Pouco tempo depois , seu R., pai da Frou ,estava lá pra me salvar, ela não tinha vindo porque D., outra amiga nossa, havia se acidentado e estava precisando de ajuda.
A bruxa está solta para as professoras? Sério, tô batendo na madeira três vezes com os dedos cruzados, xô urucubaca.Não, queridos, não acabou: a gente não conseguia abrir e colocar a gasolina. Torce pra lá e vira pra cá, seu R. conseguiu.
Liguei o carro. Deu tudo certo? Não. A porcaria do carro não pegava.
Começou a chuviscar, os caminhões passavam balançando a gente, eu já estava me vendo na capa do jornal marrom " professora esmigalhada por buzão porque ficou sem gasolina!"
No fim das contas, deixamos o carro lá e seu R. me levou ao médico, ou seja, eu o aluguei mesmo. Mas vocês sabem, pessoas quando são do bem, são integralmente e eu tenho muita sorte com meus amigos.
No médico, a velha novela, mas nenhuma conclusão por hora. Vou ainda passar por outros exames pra definir o tratamento que farei ( ou que não farei).Não aguento mais tirar sangue e levar xixi.
Fiz uns milhões de exames, me sinto uma espécie de cobaia em uma aula de anatomia.
Mas apesar da gravidade da coisa, estou com muita fé que tudo vai ficar bem, porque eu acredito mesmo que milagres acontecem diariamente. Por mais piegas que seja dizer isso, e eu sempre digo, ser mãe já é um tremendo milagre.
Por hora, pessoas, tô aceitando um rinzinho de segunda mão em boas condições.
beijos.

36 comentários:

  1. Ops!
    Eu ando passeando nos blogs dos colegas de Projeto.
    E seu é muito bom!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Alê, estou muito feliz em participar do projeto. Obrigada e volte sempre aqui por essas bandas.;0)

    ResponderExcluir
  3. Vivien não sei se serve de consolo, mas minha mãe só tem um rim faz muitos anos e vive muito bem. Tenho certeza que os médicos vão encontrar um tratamento adequado a você. Aliás, a sua alegria já é um santo remédio pra qualquer pauleira que a vida te der :)

    Beijos minha querida :)

    ResponderExcluir
  4. Vivien,
    Esses apertos são inevitáveis, né? A diferença é como passamos por eles e, também, como são importantes os amigos nessas horas. Considere-se uma grande sortuda por ter amigos como este.
    Beijo, amiga!

    ResponderExcluir
  5. ooh, meu anjo!! Ven aqui, vem! Tu me dá um colinho e eu te dou outro!!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Sibila1:40 AM

    Vivi,
    tõ lindo e forte seu sorriso modo de ser que certamente tem efeito universal - todo mundo se compatibiliza. Ao mesmo tempo, as trocas aqui têm algo de orgânico, visceral, mas espero que não passe do sentido figurado, ou de um (con)tato profundo e prazeiroso.
    E, se precisar, quem sabe a compatibilidade dos rins não seja mais fácil do que se imagina? Se não deu de carro, foi sem. E o melhor: acompanhada de um baita de um amigão!
    Por enquanto, mando um sorriso, sorte e muita força, sua já leoa da boa!
    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  7. Ô Vivien, vai ficar tudo bem. Acredite!
    Beijo enooooorme e conta comigo pro que precisar

    ResponderExcluir
  8. Ai, que coisa! Mas, vou te dizer, aliás, como diz a Bíblia, um verdadeiro amigo é um 'irmão nascido para a hora da aflição'!

    ResponderExcluir
  9. Márcia, eu vou procurar uns tratamentos alternativos, se vc souber de algo...me avisa.;0)

    ResponderExcluir
  10. Ana Paula, eu penso assim.;0)

    ResponderExcluir
  11. Sandra,a gente precisa mesmo combinar.;0)

    ResponderExcluir
  12. Sibila, seus comentários, como sempre, são um grande carinho.;0)

    ResponderExcluir
  13. Carol-foquinha, sua ajuda está sendo fundamental...depois te mando email contando sobre a dieta, ta? ;0)

    ResponderExcluir
  14. Cláudia, exato...é por ai mesmo.;0)

    ResponderExcluir
  15. Oi Vivien sumida!

    Nossa, até perdi a conta de quantas vezes coisas assim aconteceram comigo, só por pura preguiça ou esquecimento de passar no banco, hehehe!

    Vivien, só agora que eu vi que vc comentou no meu post lá do blog do Marmota. Vc acreditou em tudo porque foram colagens de histórias reais, hehehe! Mas eu espero ter mais sorte quando casar de verdade.

    Um abraço! Vou voltar mais vezes!

    ResponderExcluir
  16. Trotta, eu sempre acredito em tudo.ehehhe.
    beijos e volte sempre.;0)

    ResponderExcluir
  17. E o carro ficou lá? Ninguém resgatou?
    Adorei a música da Clara Nunes...
    Um beijo

    ResponderExcluir
  18. Chawca, meu pai foi até lá...eu estava com o carro dos meus pais, porque o meu estava no mec^nico, êta nóis...rs
    Que bom que vc gostou.;0)

    ResponderExcluir
  19. Vivian,
    preciso conversar com vc sobre isso..me lembre, tá?

    ResponderExcluir
  20. Vivi, acho que tá na hora de procurar a Suzana Ayres, de Campinas, lembra quando falei com a Sonia Hirsch? Bem quando vc vier em casa te dou telefone dela certinho.
    Beijinhos, não esquenta a cabeça.

    ResponderExcluir
  21. Karen, me lembro...pego o tel e ligo. Depois te conto tudo.;0)

    ResponderExcluir
  22. Vivien, força. E um beijo. :)

    ResponderExcluir
  23. Vivinha,
    Essa fase, estamos, o papai e eu, fazendo o possível para ajudar a superá-la. Vai passar, vc tem garra e disposição para isso.
    Quanto à saúde,Deus e Nossa Senhora
    vão solucionar esse problema,tenha fé.Vc vai ficar completamente curada.Tenho certeza,dada por Deus
    que não será necessário nenhum transplante.Com o tratamento médico
    e alimentar, vai resolver.
    Só para ter idéia de quanto eu a amo... vc não vai precisar... mas se fosse, prá que preciso de dois, se posso viver com um. Não pensaria
    duas vezes,não sou ninguem sem vc.
    Bjs
    Tenha fé
    Mamãe

    ResponderExcluir
  24. Mãe, eu sei disso.;0)
    Mas acho que a gente acaba achando uma saída.;0)

    ResponderExcluir
  25. Mara Goes7:21 PM

    Vivi,
    Eu não sabia, ou não me lembrava, da quimio!
    Minha querida amiga, tenho fé que vc vai sair dessa e saiba que vc pode contar comigo sempre!
    Um abraço beeemmm apertado,
    Mara

    ResponderExcluir
  26. Anônimo11:12 PM

    Papai vai ficar feliz!
    bjs
    :o)

    Frou

    Ps: engracado, ne? Em alguns momentos eu escrevo em azul o meu nome bem bonitinho.. outras eu nao consigo nem batendo na madeira.

    Ps2: que tal uma piscina de sal grosso? rs

    ResponderExcluir
  27. Mara, espero que sim.;0)]Vou mantendo todo mundo informado, em breve - espero - com boas notícias.;0)

    ResponderExcluir
  28. Frou, já coloquei um agradecimento pra ele no orkut.;0)]Piscina de sal grosso!!! adorei.

    ResponderExcluir
  29. Vivien, tudo vai ficar bem. QUestão de tempo. Enquanto não fica, vou rezando por aqui para que você fique boa rapidinho!

    Beijos e melhoras!!!!

    ResponderExcluir
  30. Marion, obrigada, esse tipo de apoio faz muita diferença pra mim.;0)

    ResponderExcluir
  31. Eu também acredito em milagres e se tem gente nesse mundo que merece receber é você.

    Tô aqui se precisar. Beijo enorme.

    ResponderExcluir
  32. Andrea, obrigada, querida.
    Apoio dos amigos faz toda a diferença.beijos.

    ResponderExcluir
  33. Gostei de seu blog. Estou fazendo uma pesquisa sobre como as novas tecnologias podem agilizar e otimizar o aprendizado.(o tema é mais ou menos este, não é tão fechado). se me indicar links e literatura agradeço.
    Obrigado
    Rudi(ah, faço biblioteconomia ne ECA/USP)

    ResponderExcluir
  34. Rudi, vc pode escrever pro meu email, tô pensando aqui nos que vou te indicar, ok?
    vivien_morgato@yahoo.com.br

    Adorei o seu tema de pesquisa.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: