26 setembro 2007

Para Lord Caco e para Vivina








A vida é mesmo engraçada e cheia de bonitas surpresas.Esse momento aqui foi muito, muito importante pra mim.Leiam e dividam isso comigo.

27 comentários:

  1. Vivinha
    Que presentão, heim!!!????
    Da participação, escritores famosos
    ao vivo, certificado com assinatura
    tão importante, tudo isso, com apenas 16 anos, parabéns.
    Bjs
    Mamãe

    ResponderExcluir
  2. Vivian, querida,
    O texto já tinha lido e me emocionado com ele. Rever essa assinatura é sempre especial para mim. Ainda hoje sei reproduzí-la direitinho. Expediente necessário para quem freqüentemente ia mal na escola. Em quantos boletins essa habilidade não me foi útil. Em quantas suspensões esses "erres", parecidos com claves de sol, apareceram feitos por mim. Saudade...
    Beijão e obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Foi, não! É importante!!!
    Você está aqui, hoje, por ele.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Mãe, que bom que vc tb gostou.;0)

    ResponderExcluir
  5. Lord Caco, ri muito com seu comentário. Saindo agora de uma reunião de pais, sei que imitar minha assinatura seria um otimo expediente para Daniel...rs
    Quem diria que tantos anos depois, a gente ia se esbarrar aqui ba blogolãndia, heim? beijos.

    ResponderExcluir
  6. Sandra, bem lembrado, bem lembrado.;0)

    ResponderExcluir
  7. Pastar por aqui é sempre uma delícia. Espero vc lá na nossa roça que é uma joça Tb.
    Beijo
    André, um Jerico
    www.ideiadejerico.com

    ResponderExcluir
  8. Vivien, que momento especial este! Muito bom quando vivemos coisas assim , que estamos perto do que ( e de quem ) mais admiramos! Vc cita que o Origenes Lessa não foi ao evento , e o nome dele me trouxe as lembranças dos livros dele que li quando estava na escola! Gostava tanto daquelas histórias!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Sempre que leio sobre a Vivina de Assis Viana, me lembro de um texto dela que li na 7ª série, que falava sobre a rotina em um internato.

    Pena não ter havido mais eventos desses. Pelo menos eu não soube de nenhum, heheh :P

    ResponderExcluir
  10. André, tb gosto de das suas paragens.;0)

    ResponderExcluir
  11. Marion,os dias eram temáticos e o dia dele era sobre literatura infantil - e foi fantástico.
    Mas ele fez falta, como vc, lia e gostava muito dos textos quando era criança.;0)

    ResponderExcluir
  12. Neutron, a fala dela foi inesquecível naquele dia,eu te garanto.Quanto ao evento, seria fantástico te-lo de volta.;0)

    ResponderExcluir
  13. Não li na época em que você escreveu e tive o prazer de ler agora.

    A bienal deve ter acabado (o substituto mais próximo seria a FLIP???), mas a textura e o sinal dos tempos no papel deram um ar ainda mais simbólico ao seu texto.

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Anônimo12:14 PM

    Essas COISAs MARAVILHOSAS que ficam na nossa vida!!

    saudade!!!!

    elisabete cunha

    ResponderExcluir
  15. Que emoção, hein, Vivien!!!
    Parabéns, tu mereces!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Tar, a Flip parece ser mesmo um novo paraíso. Ainda não fui...mas ano que vem, estarei lá. Pelo menos, pretendo.;0)

    ResponderExcluir
  17. Rosamaria, esse jeito gaúcho de falar é lindo demais da conta.;0)

    ResponderExcluir
  18. Sibila5:30 PM

    Vivi da terra!
    Eu aos 16 ia até q bastante ao Lyra Paulistana e sabia o q era poesia concreta. Mas, assim, de saber grandes escritores, de desdenhar do Loyola Brandão?
    Isso naquela época e hoje a descrever, você, assim sem nem avisar que a gente ia se desmanchar?
    É nada aí é que é bom. TUDO. Quanta vivência e quanta sensibilidade, moça! Estou admirada, MESMO.
    Beijo muuuito carinhoso (tão emocionada). Te escrevo, tá na metade - mas vou ter que tentar traduzir sensações que nem sempre sei o que são, quem sabe? Se não o fizer, peanuts. Beijos, linda!

    ResponderExcluir
  19. Sibila, toda coisa vivida é intensa e deliciosa, sempre.;0)
    Pode mandar o email, adoro ler os que vc manda, beijocas!

    ResponderExcluir
  20. Anônimo2:32 PM

    Vivian!

    Peço mil desculpas! Eu não havia visto sua postagem, logo essa!
    Vivo rondando por aqui, mas, logo mum dia carregado de tantas e tão boas lembranças, tomei outros rumos.
    Ainda bem que o Lord Caco me alertou (obrigada, Lord, te devo mais essa...), e cá estou, emocionada.
    Você traz de volta, pela segunda vez, em seu blog, o saudável convívio escritor-leitor das Bienais Nestlé de Literatura, que tantas saudades deixaram.
    Já te disse, e repito: foi uma época muito rica e enriquecedora para todos os participantes, no palco e-ou na platéia. Verdadeira comunidade.
    Seu certificado, com a assinatura do Ricardo, que provocou, no Lord, lembranças da adolescência passada - principalmente - entre a casa e a escola, me recordou uma cena engraçada.
    Como em todas as nossas reuniões os chocolates Nestlé (na verdade, os "alpinos", nossos preferidos)
    estavam presentes no centro da mesa, no dia em que a secretária, Fátima Gaspar, anunciou que a "cúpula" teria de assinar os certificados, Ricardo não teve dúvidas. Abraçou a cestinha de "alpinos" e decretou: "Um "alpino" por assinatura! Se não for assim, não assino coisa nenhuma"!
    Não sei se chegaram, na casa dele, alguns caminhões de "alpinos". Com a palavra, Lord Caco!

    Beijo, Vivien, e muito obrigada. Vivi tudo de novo.

    Vivina.

    ResponderExcluir
  21. Escrever é um ato de amor, da mais absoluta entrega. E por isso guarda bem na alma esta distinção principalmente pras horas em que bate aquela mentira que é a "falta de assunto" ou a outra da "falta de tempo". Teus textos é que fazem falta sempre.
    bj

    ResponderExcluir
  22. Vivina, fiquei feliz em ler seu comentário e é uma honra te ver aqui na minha Casa.
    A história dos alpinos e das assinaturas é hilária, daria um post!;0)

    ResponderExcluir
  23. Maris, um elogio seu me faz feliz como o caranguejo da propaganada...ehhehe
    Obrigada mesmo.;0)

    ResponderExcluir
  24. Começou cedo, amiga! Isto significa que você teve o privilégio de aproveitar o "Gostar de Ler" desde menina. Pena que muitos só descobrem este prazer tardiamente.

    ResponderExcluir
  25. Ana Paula, tive a sorte de ter vários incentivadores.beijos.;0)

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: