17 setembro 2007

Bernardo Caro

<







Lendo o site da Unicamp, recebi essa notícia triste:

"Morre o pintor Bernardo Caro, ex-diretor do IA

[17/9/2007] Faleceu na manhã de domingo (16), em Campinas, o artista plástico Bernardo Caro. Caro, que era professor aposentado da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e ia fazer 76 anos em dezembro, havia se submetido na sexta-feira a um implante de válvula cardíaca no Hospital Celso Pierro, não resistindo ao pós-operatório. Seu sepultamento ocorreu no domingo.

Bernardo Caro firmou-se como pintor e artista plástico a partir de 1964, quando passou a fazer parte do Grupo Vanguarda, de Campinas. Na década de 70 participou de várias versões nacionais e internacionais da Bienal de Arte Moderna de São Paulo. Além de ter participado de exposições na Itália, na Espanha, no Japão e em países da América Latina, tem obras em acervos de Londres, Washington, Paris, Madri, Granada, Stuttgart e Estocolmo.

Natural de Itatiba, Bernardo Caro foi educador e professor universitário, ligando-se primeiramente à Pontifícia Universidade Católica de Campinas, de cujo Departamento de Artes Plásticas foi chefe de 1979 a 1982, e depois à Unicamp, de cujo Instituto de Artes foi diretor. De 1997 a 2006 foi vice-cônsul da Espanha em Campinas e região.

Filho de imigrantes andaluzes, a arte de Bernardo Caro era um ponto de união entre a tradição da pintura espanhola e a temática brasileira. Era possivelmente o pintor brasileiro mais marcadamente espanhol. Em 1997, a cidade de Villanueva del Trabuco, onde nasceram seus pais, prestou uma homenagem ao artista dando seu nome a uma das ruas da localidade. Bernardo compensou-os com um monumento construído na praça principal da cidade.

Detalhes sobre a vida e a obra de Bernardo podem ser consultados no site bernardocaro.bravehost.com
(Eustáquio Gomes)"
A partida das pessoas sempre me deixa triste, mesmo quando deixam uma marca tão intensa e bonita quanto ele deixou.
Ainda mais quando essa pessoa era alguém que eu admirava tanto.

7 comentários:

  1. Bernardo não só é um ícone mas é referência que será mais valorizada do que mereceu em vida no futuro. É sempre assim né?

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. André, acho que sim...o que é triste.beijos.

    ResponderExcluir
  3. André Caro1:03 PM

    Quem quiser conhecer mais acesse o site do meu vô.

    http://www.bernardocaro.bravehost.com/

    ResponderExcluir
  4. E quem quiser ler aquarelas e ver poesias pode experimentar o El Infinito Placer de la Memoria, de Bernardo Caro e Julio Garcia Morejón.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo10:55 AM

    Já que concede, estou à vontade.

    Quêri, se quer mesmo saber mais (ter mais dúvidas boas e boas suspeitas) sobre a Obsessão (dito assim) de Bernardo Caro por bolas de bilhar; sugiro que veja isto:

    http://www.youtube.com/watch?v=44jxiqU4VDQ&feature=related

    Aprecie.
    É de verdade, não é trote.

    Obs. Parece besteira responder um post com mais de 2 anos de postagem, mas não titubiei. Parece que o blog está operante, e tenho a impressão de ter visto um banner, neste, indicando que leria comentários, de post velhos ibdem.

    Quêri,
    Me vou; foi um prazer.

    (Who Knows?)

    ResponderExcluir
  6. ***Anônimo, obrigada pela dica. Fique à vontade pra comentar em qualquer post, eu sempre respondo.
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  7. Ola tudo bem ;)

    sou neto do Bernardo Caro.
    segue abaixo a pagina do meu vo no facebook.

    seria otimo encontrar todos voces lah..

    grande abraco a todos

    andre caro

    http://www.facebook.com/bernardocaro.ta

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: