02 janeiro 2007

Recado pro meu anjo na guarda


Eu tenho altos papos noturnos com meu anjo na guarda. Ele parece o Beckham e sempre está tomando um martini. Não riam....sei lá porque, o tal anjo vive com um martinizinho na mão, maior charme, baby.
Eu converso com ele, conto o que rolou de errado, tomo algumas satisfações, faço alguns pedidos. Depois disso, sonho, sonho tanto que acordo meio tontona. Tenho sonhos delirantes, loucos e às vezes....premonitórios. Qualquer dia ganho na mega sena. Tenho que aprender a jogar primeiro, mas isso é outra história.
Ouvi dizer por ai que anjo é meio burro, assim, você precisa ser muito claro nos pedidos.
Pois é...as duas datas que mais gosto no ano são: meu aniversário e o ano novo. Sempre foi assim.Durante uns anos, meu aniversário foi cada vez mais chato.
Eu encarnava uma polyannazinha e dizia pra mim e pro anjo lindão...ah, até que foi legal.
Teve um ano que eu resolvi encarar a verdade: tinha sido uma droga.
Olha, anjo, foi uma porcaria. Detestei. Quero um aniversário melhor ano que vem.
Bom, nada como a organização mental.......rs.....meus aniversários realmente melhoraram, e muito.
Quanto ao ano novo...nossa.
Eu sempre adorei, adorei essa data. Sempre fiz mil mandingas loucas, joguei flor, acendi velas, fiz pedidos, dancei a noite toda, comprei roupa branca, tomei todas. Foi no ano novo que fiquei noiva aos 15 anos ( glup), que decidi casar aos 21( com outro),que passei em Paraty achando que era a mulher mas feliz do mundo, que decidi tomar fanta pro resto da vida, que decidi um monte de coisas imblogáveis.Adoro ano novo.
Nesse ano novo não viajei, não comprei roupa branca, não cozinhei, não joguei flor, não pulei onda.
Fiz um brinde com Daniel à meia noite e vi uns fogos, depois, voltei e vi dvd.
Eu e Daniel merecemos um ano novo melhor e esse foi o primeiro e o último desses. Eu me recuso a fazer isso de novo, eu me comprometo a não fazer isso de novo.
Eu vou viajar, jogar flor, acender, vela, pular onda, beijar na boca e ser feliz pra caramba.
Eu espero muito desse ano, eu quero muito desse ano.
Não vou ficar com polyanice, não vou mesmo, se for uma porcaria.....eu vou reclamar mesmo, porque quero, me esforço e mereço para que seja o melhor.
Ouviu, anjo?
Pode ir se mexendo ai, tenho uma lista grande de coisas importantes que desejo pra esse ano.
Que venha 2007.

17 comentários:

  1. impossível que ele não te ouça. Vc merece!
    bj

    ResponderExcluir
  2. Guga, confesso pra vc que ele anda meio surdo ultimamente.

    ResponderExcluir
  3. Uh, deve ser um deleite um anjo desses...

    Ei, meu reveillon passado foi assim, vendo DVD [Mônica e a estrelinha mágica, hahaha]. Mas devo dizer que gostei mais do deste ano, na discoteca!:D

    ResponderExcluir
  4. hmmm.... o que tem de ex-rico decadente eu querer escrever um livro sobre empregadas domesticas? juro que nao entendi essa conexao.... pelo contrario, eh um projeto, digamos, social...

    ResponderExcluir
  5. fabulous10:12 AM

    bom, eu fui para a cama as onze horas. nao comemoro ano novo, natal ou aniversario, para mim e tudo o mesmo. mas nao discrimino que comemore...

    ResponderExcluir
  6. Muito bom sua conversa com seu anjo bonitão e charmoso! Pois eu também vou desejar que vc tenha um ótimo 2007!
    Olha eu sou mega apaixonada pelo Gabriel García Marquez, amo muito O Amor nos Tempos do Cólera e li devorando Vivir para contar :).
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Menina Eva, eu to querendo um ano novo beeem melhor...rs...beijos.

    ResponderExcluir
  8. Alex, hahahahahahha.....

    ResponderExcluir
  9. Fabio, vc precisa vir com seus pais pra gente passar um super ano novo aqui no Brasil.;0)

    ResponderExcluir
  10. Jan, bonitão, charmosão....hahahah

    ResponderExcluir
  11. Vivien,

    Eu nunca tinha ligado para o ano novo até que eu conheci a Clélia e começamos a passar os anos novos juntos. E descobrimos que as melhores passagens de ano eram justamente aquelas em que estávamos sozinhos, não importa se na praia, em Campos do Jordão, em casa vendo TV ou até dormindo , à meia-noite. Todas as poucas vezes em que cismamos de mudar isto, passando com um monte de gente, brindando, pulando ondinhas, vestidos de branco, foi menos especial.

    ResponderExcluir
  12. Arnaldo, vcs tem sorte.Eu ainda não encontrei essa sensação de "estar completo".;0)

    ResponderExcluir
  13. Tatiana Rocha9:20 PM

    eu gostei foi do seu anjo.

    ResponderExcluir
  14. Tati, esse é meu e ninguém tasca.

    ResponderExcluir
  15. Anônimo8:35 PM

    Post lindo.
    Esse lance de anjo é muito massa.
    Wim Wenders deu um mote ótimo pra gente se reaproximar desse arquétipo. E tu não deixaste por menos.
    Salve esse anjo qué é teu!
    Salve os anjos de cada um de nós!
    Bjão

    ResponderExcluir
  16. vivien
    tenhp um amigo, diretor de teatro, que, em caso de problemas e desditas, levanta os olhos pro céu, bora as mãos na cintura e intima:" cuméquié - cês me prometeram ajuda e agora se virem". aCHO ÓTIMO. DEVIA TER PROCON PRA COBRAR.
    BJ

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: