09 fevereiro 2007

Tédio



Tem dias que dá tudo errado e só o que a gente precisa é de um colo. É , eu sei, "mulher é bicho esquisito."Mas tem uns dias que o negócio seria esse, chutar tudo, rasgar todas as contas, mandar todo mundo pastar e escrever no blog:
"Procura-se um Ornitorrinco. Tratar aqui."
E só.
Mas tudo bem, segunda feira está perto.

16 comentários:

  1. Adriana9:49 AM

    Tem uita verdade qdo dizes que as vezes da vontade de "chutar o pau da barraca", agora qto ao ornitorrinco...serias duvidas e deixe que te dgue algo eu odeio segunda feira e tu eres das poucas pessoas especiais que conheço que adora segunda-feira....E Viva a segunda-feira....Beijinhos e de verdade se esta com vontade chute o pau da barraca alguma vez minha amiga

    ResponderExcluir
  2. Vivien,

    Nunca vi escrever um post desses numa sexta-feira e ficar torcendo pra chegar a segunda logo!

    Só você, mesmo. É inexplicável.

    ResponderExcluir
  3. Dri, cade o ornitorrinco que estava aqui???...rs

    ResponderExcluir
  4. Arnaldo!!! Segunda é sempre, sempre o dia das possibilidades...e o que preciso são: possibilidades!
    beijos e saudades.

    ResponderExcluir
  5. Da Vinci na Oca a partir de 1 de março. Vamô aí?

    Bj

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito de seu blog!!! Esse texto lembra várias coisa que já escrevi!
    Beijos
    Adenor

    ResponderExcluir
  7. Tar, combinadíssimo.Com Mercadão depois?

    ResponderExcluir
  8. Adenor, que bom que vc gostou, volte sempre.

    ResponderExcluir
  9. Não resisto, vou de Chico:

    Roda-viva
    Chico Buarque/1967


    Tem dias que a gente se sente
    Como quem partiu ou morreu
    A gente estancou de repente
    Ou foi o mundo então que cresceu
    A gente quer ter voz ativa
    No nosso destino mandar
    Mas eis que chega a roda-viva
    E carrega o destino pra lá
    Roda mundo, roda-gigante
    Roda-moinho, roda pião
    O tempo rodou num instante
    Nas voltas do meu coração

    A gente vai contra a corrente
    Até não poder resistir
    Na volta do barco é que sente
    O quanto deixou de cumprir
    Faz tempo que a gente cultiva
    A mais linda roseira que há
    Mas eis que chega a roda-viva
    E carrega a roseira pra lá
    Roda mundo, roda-gigante
    Roda-moinho, roda pião
    O tempo rodou num instante
    Nas voltas do meu coração

    A roda da saia, a mulata
    Não quer mais rodar, não senhor
    Não posso fazer serenata
    A roda de samba acabou
    A gente toma a iniciativa
    Viola na rua, a cantar
    Mas eis que chega a roda-viva
    E carrega a viola pra lá
    Roda mundo, roda-gigante
    Roda-moinho, roda pião
    O tempo rodou num instante
    Nas voltas do meu coração

    O samba, a viola, a roseira
    Um dia a fogueira queimou
    Foi tudo ilusão passageira
    Que a brisa primeira levou
    No peito a saudade cativa
    Faz força pro tempo parar
    Mas eis que chega a roda-viva
    E carrega a saudade pra lá
    Roda mundo, roda-gigante
    Roda-moinho, roda pião
    O tempo rodou num instante
    Nas voltas do meu coração

    Crise na boca de um fds, Vivien?!?!?
    Melhoras!
    bjo,
    Clé

    ResponderExcluir
  10. Clélia, perfeito, perfeito: traduziu tuuuudo. É exatamente isso.;0)
    beijos e saudades.

    ResponderExcluir
  11. Vi, qdo tenha tempo entre neste blog e de uma grande amiga minha que mora em Sumare. Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Que tonta esqueci de por o nome www.bereniceoliveira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Sou uma tonta esqueci de te dizer a pagina www.bereniceoliveira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Dri, ok, vou lá, beijos.

    ResponderExcluir
  15. Minha cara Vivien, o caso deve ser grave para vc torcer para a chegada da segunda-feira, mas rezo para que seja coisa passageira.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Julio, sempre é. Geminiano tem dessas coisas.;0)

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: