13 fevereiro 2007

Dica da Tia Vivien VIII


Esse texto aqui foi uma das coisas mais delicadas e tocantes que li nos últimos tempos.

13 comentários:

  1. Fui lá, ler. Muito legal, mesmo...

    O amor é um sentimento fluido como o ar pra mim, fácil de definir pela falta, não pela presença. É essa atmosfera que nos envolve, está sempre presente e possibilita que a vida seja plena. (...)

    Estranho falar em inconsciência sobre quem deu sentido a vida de tanta gente. Tê não leva nada do mundo além do amor que sentiu. Poderia ter sido o que quisesse, talento e inteligência tinha, mas foi alguém que simplesmente amou, apesar de tudo.

    Uma grande parte de mim vai com ela, tenho certeza. Mas a totalidade dela fica comigo. Sou o que ela possibilitou que eu fosse. E isso, nada nem ninguém pode apagar.

    ResponderExcluir
  2. Eu fiquei muito comovida com o texto.

    ResponderExcluir
  3. Sensível, delicado, amoroso...

    ResponderExcluir
  4. É muito sincero e bacana mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Lindas também são as imagens das pinturas com as quais você ilustra o seu weblog.

    Já ouviu falar em Max Liebermann?

    Um grande beijinho!

    ResponderExcluir
  6. Pesquisei e encontrei:

    Max Liebermann
    (pintor alemão)
    20-7-1847, Berlim
    8-2-1935, Berlim

    Liebermann é considerado o mestre do impressionismo alemão. Suas primeiras obras, realistas, tinham motivos da vida operária, como em As Depenadoras de Gansos (1872) e As Conserveiras (1880). (...) A obra madura de Liebermann mostra pessoas desfrutando a natureza (Quadros de Alster, 1910), tomando banho, montando a cavalo, jogando tênis ou pólo (Os Jogadores de Pólo, 1902-1903). Fez retratos importantes como Auto-retrato (1902) e Ferdinand Sauerbruch (1932). Em 1920, Liebermann foi nomeado presidente da Academia de Arte da Prússia. Com os nazistas no poder, em 1933, demitiu-se do cargo e abandonou a academia. Muitas de suas obras foram retiradas dos museus por nazistas, consideradas arte degenerada.

    extraído do site: http://biografias.netsaber.com.br/ver_biografia.php?c=611

    ResponderExcluir
  7. *



    VIVIEN, obrigado pelo carinho. o texto nasceu de um desabafo, da necessidade de respirar novamente.

    CLÉLIA e GUGA, obrigado a vocês também.



    *

    ResponderExcluir
  8. aDRIANA10:49 AM

    vI, QDO VAIS ATUALIZAR O BLOG?

    ResponderExcluir
  9. aDRIANA10:49 AM

    vI, QDO VAIS ATUALIZAR O BLOG?

    ResponderExcluir
  10. La Carmencita, as ilustrações são sempre dos meus prediletos: Klimt, Goya, Modigliani, Renoir, Monet.
    Não entendo de arte, nem me atrevo a discutir.Mas me lembro.
    Sempre me lembro de uma imagem que pode ser mais do que uma ilustração para o texto, mas uma forma outra de dialogar com ele;0)
    Essa última eu achei por acaso.

    ResponderExcluir
  11. Xôn, o texto realmente me tocou e fico feliz em poder dividir isso com outras pessoas.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: