04 março 2010

A apresentação



Eu trabalho com RPG & Educação há alguns anos, esse é o tema de minha pesquisa. Já tive a oportunidade de apresentar partes desse trabalho aqui em Campinas, em São Paulo, Curitiba e no Rio. Na última vez que fui apresentar no Rio, dividi a mesa com um professor da Usp, vejam como sou chiquérrima. Ganho pouco mais me divirto, certo?
Faz um tempo, participei de um encontro sobre Freinet aqui na Unicamp. Como eu conhecia as organizadoras, elas tiveram a gentileza de me colocar pra dividir a mesa com esse meu Amigo, de quem já falei aqui.
Tínhamos muita conversa pra colocar em dia e um queria ver o rumo do trabalho do outro, foi ótimo.
De manhã, assistimos essa ou aquela palestra, encontramos pessoas e papeamos, o de sempre em congressos assim.
Fomos almoçar e voltamos apressados pra sala: arrumamos tudo, tínhamos levado material de aluno, painéis, blablablá.
Aí sentamos e esperamos.
Esperamos.Esperamos....e-s-p-e-r-a-m-o-s.......
A primeira a surtar, evidentemente, fui eu:
- Fulano, não vem ninguém...ninguém...!
- Mas eu vi a lista de inscrições, estava lotada....
- ..........
-.............
- Eu sabia que isso ia acontecer, ai me horrível , tô me sentindo toda rejeitada...(risos nervosos)
- Vamos escrever na lousa? assim..."vão se ferrar seus desgraçados.."...(risos)
- (risos)
- Vivi, vamos ver o nome de todo mundo....aí vamos perseguir, se eles forem apresentar alguma coisa, a gente enfia um monte de nome na lista...só pra eles ficarem com cara de bunda!!!
- Igual a nossa agora??? Que droga, ninguém...( desolada)

Uma moça coloca a cabeça dentro da sala:
- Oi, tá muito cedo ainda, né??
- ?????????
-???????
( moça) falta muito pra começar? é que eu gosto de chegar antes....

Olhamos para o relógio, estávamos prontos UMA hora antes. Sofremos pra diabo, por pura precipitação. Ataque de vivien crônico.
Aos poucos a sala encheu, contamos a história pra relaxar e funcionou.
E foi bom demais.


***post originalmente publicado em 2007.

22 comentários:

  1. "A pré-apresentação"

    Paciência
    Lenine & Dudu Falcão


    Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
    Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
    A vida não pára

    Enquanto o tempo acelera e pede pressa
    Eu me recuso, faço hora, vou na valsa
    A vida é tão rara

    Enquanto todo mundo espera a cura do mal
    E a loucura finge que isso tudo é normal
    Eu finjo ter paciência

    O mundo vai girando, cada vez mais veloz
    A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
    Um pouco mais de paciência

    Será que é o tempo que lhe falta pra perceber?
    Será que temos esse tempo pra perder?
    E quem quer saber
    A vida é tão rara (tão rara)

    Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
    Mesmo quando o corpo pede um pouco mais de alma
    Eu sei, a vida não pára (a vida não pára não)

    Será que é tempo que lhe falta pra perceber?
    Será que temos esse tempo pra perder?
    E quem quer saber
    A vida é tão rara (tão rara)

    Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
    Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
    Eu sei, a vida não pára (a vida não pára não)

    ResponderExcluir
  2. Clélia, eu faria muitas besteiras a menos se eu tivesse menos pressa.;0)
    Meu sonho de consumo é um homem mais apressado do que eu.( não em todos os aspectos...hahahh)

    ResponderExcluir
  3. Por que não um menos apressado, pra ver se você alcança a velocidade dele, desacelera...?

    ResponderExcluir
  4. Lembra do bom conselho do Chico?:

    (...) Aja duas vezes antes de pensar (...)

    ResponderExcluir
  5. Hahaha adorei! Já pensou se ele tivesse mesmo escrito na lousa " Vão se fuder" hahaha!

    Agora que RPG é esse? É o jogo, a postura ou nenhum dos dois??

    ResponderExcluir
  6. Vivien! Tô louca para ver seu trabalho? tem algo on line?
    beijão,
    Lu.

    ResponderExcluir
  7. Adriana2:13 AM

    Vi se o seu sonho de consumo se realiza ai ai ai vamos estar vendo o par masi rapido que o trem de alta velocodade....

    Beijinhos do outro lado do oceano

    ResponderExcluir
  8. Ô, minha querida, estressou à tôa... mas foi legal depois ver a galera chegando, não foi?

    Take it easy, baby...

    beijo

    ResponderExcluir
  9. *



    deve ser ótimo jogar contigo, não deve saber nem blefar.




    *

    ResponderExcluir
  10. Clélia, sei lá...um "menos apressado"...acho que ia me irritar.;0)
    Sei lá....

    ResponderExcluir
  11. Márcia, é um jogo interativo fascinante.
    Depois eu conto mais.;0)

    ResponderExcluir
  12. Lulu, eu tenho um pequeno artigo aqui www.rederpg.com.br, pretendo colocar umas coisas on line. Assim que tiver tudo ok, te aviso, beijos.

    ResponderExcluir
  13. Dri, menina, já pensou????
    Eu tive uma coordenadora que se dizia "meio bruxa"...e me disse algo assim, em um jantar da escola: que eu ia encontrar um homem que entrasse nas "minhas viagens", como ela dizia.
    Mulher, cade? hahahahahhah.....

    ResponderExcluir
  14. Alek, e aquela sala vazia toda olhando pra mim....que medo.;0)

    ResponderExcluir
  15. XÕN, HAHAHAHAHAHHAHAHAHAH.....
    Na mosca.;0)

    ResponderExcluir
  16. horário de verão?

    =)

    Felicidades!

    ResponderExcluir
  17. Samambaia, ahhah....não ,loucura pura mesmo.;0)Volte sempre.

    ResponderExcluir
  18. Eu não sou nunca apressado. Aliás, sou meio lerdo. Gosto sempre de postergar, de deixar pra amanhã o que eu poderia fazer hoje, se eu tiver um prazinho a mais. Não gosto de sofrer por antecipação. Na verdade, adoro sofrer na hora, cheio de certeza de que não vai dar tempo de terminar. Acaba dando sempre certo.

    ResponderExcluir
  19. Arnaldo, já te disse que tenho uma pressa do cão...hahhahah

    ResponderExcluir
  20. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  21. Anônimo9:56 AM

    Só um comentário: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Frou
    :o)

    ResponderExcluir
  22. ***Frou, imagina a cena!!!!!!
    E a minha caaaara!;0)

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: