30 junho 2008

A Avó de cabelos azuis








Por mais que o título pareça uma referência ao realismo fantástico, não é.
Eu tive uma avó com cabelos azuis e isso foi a primeira coisa que vi no livro novo do Lord: os cabelos de sua avó. Graças a um produto chamado Shampoo Cinza, as vovós ficavam com os cabelos azulados. Eu sempre achei lindo.
No meu casamento, minha avó errou o ponto e foi com o cabelo lilás.
O livro, narrado do ponto de vista de um menino, conta com ilustrações deliciosas e com aquelas cores vbrantes que seduzem qualquer criança.
E é sempre delicioso ver o mundo a partir dos olhos de uma criança.
O texto apresenta com delicadeza a relação entre neto "Tatá" ( que apesar de ser o mesmo apelido do pai, era diferente, porque era um "Tatá de neto") e sua avó, uma relação tão calorosa e especial que faz com que qualquer um que tenha tido a sorte de conviver com sua avó -
como eu - fique morrendo de saudades.
Eu tive a alegria de participar do lançamento do livro: fui com meus amigos Clélia e Arnaldo que me apresentaram ao Bap, um ilustrador pra lá de divertido.
Foi delicioso ver Jayme, Walter e Aninha, que gosto tanto, rever - ainda que rapidamente - Guga.
Conhecer pessoalmente a Vivina de Assis Vianna, foi uma honra pra mim, eu nunca ia imaginar isso há vinte e três anos, adorei.
Uma personagem digna de nota foi a ex-professora do Lord Caco, uma velhinha "composta" ( o que no dialeto da minha avó, significava ser muito elegante ), que ficou ao lado do ex-aluno, evidentemente cheia de orgulho.
Uma noite com livros de avós, antigas professoras e blogueiros?
Delícia.

12 comentários:

  1. Vivien, foi muito bom te ver de pertinho. Muito danadinha que é, fugiu das fotos. Importa não, te gosto muito.
    No meio da muvuca, esquecí de perguntar: e a RE, como anda? Outra coisa, minha afilhada anda se comportando?
    Muitas, muitas perguntas ficaram sem respostas.
    Agosto e setembro tem mais lançamento do Caco. Estaremos lá.
    Beijo, menina

    ResponderExcluir
  2. Valter, só vc mesmo prá ficar lembrando da bundada que eu dei no FHC...Ô, criatura...rs
    Sua afilhada é uma histérica...rs..mia como louca quando eu tento pegar, parece que vou matar a gata a pauladas...rs
    Quanto aos lançamentos, combinadíssimo. Mas eu vou fazer outro esquema: vou ficar em Sp pra poder conversar mais com os amigos.
    beijão.

    ResponderExcluir
  3. Vivian,
    Adorei a resenha. Gostei de ver pelo seu ponto de vista.
    Beijos grandes

    ResponderExcluir
  4. Lord Caco, bom saber que vc gostou.
    beijocas.

    ResponderExcluir
  5. Vívin, te mandei umas fotos da efeméride. Tá bom?
    Beijim

    ResponderExcluir
  6. minha avó também tinha os cabelos azuis! Uma colega vivia me azucrinando por causa disso, até que um dia eu resolvi que minha avó era Glam. Depois ela virou Punk. Depois... bem, era só erro de dose mesmo, mas serviu de upgrade da velhinha, que passou de motivo de gracinha a motivo de inveja :)

    ResponderExcluir
  7. Anônimo4:15 PM

    Vivian,

    então você conheceu a Vivina de Assis Viana???
    Acho muito engraçado... Vinte e três mais tarde, novamente por causa dos livros, tornamos a nos cruzar...
    Também fiquei feliz em te conhcer, tinha a maior vontade, a maior curiosidade, e você tem uma cara ótima! Bem como eu imaginava.
    O lançamento do Caco foi muito legal, sim, e não poderia ser de outra forma. O livro é lindo, o autor é pra lá de simpático e, como você disse, uma reunião com avós, professores e blogueiros -todos amigos, tudo gente bem intencionada - só pode dar certo.

    Beijo e carinho da

    Vivina.

    ResponderExcluir
  8. Vivien querida, foi uma delícia estar com vc.
    Também acho que foi uma pena ser tão rápido.
    A Meiroca está aqui em casa, e estamos colocando o papo em dia, com muuuuuito tempo.
    Ainda faremos isso com vc, quando puder e quiser vir prá cá.
    Mas o evento foi uma delícia.
    Postei as fotos do lançamento, e ainda vou postar os encontros, as fotos da Meire em casa, comendo tudo que fiz para ela.
    Temos que ter tempo, temos tanto que conversar.
    Beijos linda. Valeu.

    ResponderExcluir
  9. Primeiro, gostei de ver o nome Clélia escrito proque minha mãe tem este nome e não gosta dele.Prefere o apelido, Quelota.Vai entender!!!!
    Eu tb gostaria de ver nossas vovós atuais de cabelos azualdos que estas tintas absurdas para resgatar supostas cores antigas.

    ResponderExcluir
  10. Também passei por lá e fiquei encantada por conhecer o autor. Elza

    ResponderExcluir
  11. ***Valter, chegou e já vi tudo ficou tudo lindo, beijos.;0)

    ***Urubua, avó punk é mesmo demais, uma hora te mostro a foto da minha avó com cabelo lilás! beijos.;0)

    ***Vivina, é um prazer te receber aqui nessa Casa, espero poder conversar mais com vc, grande beijo.;0)

    ***Aninha, adorei o convite, assim que eu puder, vou te visitar, pra gente poder papear bastante, beijocas.;0)

    ***Magui, eu gosto das vovós modernas, acho que serei uma delas...a sorte é que puxei minha avó paterna, quase não tenho cabelas brancos..rs
    beijocas.

    ***Elza, eu acho que reunião com um monte de blogueiro tinha que ter plaquinha...assim a gente poderia se reconhecer e papear!
    beijocas.

    ResponderExcluir
  12. Carmencita Gorgeousness - geleirairreal.wordpress.com1:17 PM

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: