21 junho 2008

O Acidente







Adoro Souzas, adoro mesmo e meu filho também . A gente sempre aparece nessa cidade linda, pequena, bucólica e meio hippie pra almoçar aos domingos.
Mas aquele dia a gente tinha ido tomar café em um lugar super charmoso, com quintal enorme, árvores, uma delícia.
Bom, tô voltando pra Campinas, cantando no voltante, toda felizinha,quando vejo um garoto de bicicleta ,segurando a traseira de um ônibus.
Claro que o instinto "tia" fala mais alto que qualquer coisa e tentei resolver o erro do idiota: se o tal besta pensasse sozinho, não seguraria na porcaria do ônibus....buzinei e de uma maneira não muito delicada, disse que ele ia se ferrar se continuasse com a tal brincadeira arriscada.
Bom, dito e feito.O ônibus acelerou, o garoto soltou e foi garoto-bicicleta-garoto-bicicleta-garoto-bicicleta...transformado em uma bola vermelha que foi bater na mureta da estrada.
Parei o carro com o instinto "tia" apitando, chutei os indefectíveis tamancos e saí correndo no meio da estrada, a própria mulher maravilha campineira, só faltando a musiquinha de fundo ...oidiotadogarotovaimorreraimeudesesse babacavaimorrerpáraalguém...não precisei nem acenar ou parar carro nenhum, uma viatura da polícia já vinha atrás do fulano - na verdade, nem era garoto, um galalau de 30 anos , filhinho de papai que tinha roubado a bicileta pra poder cheirar o resultado.
Sobreviveu e nunca mais ouvi falar dele.

***** Post publicado originalmente em 23/09/06

13 comentários:

  1. mas isso dá uma raiva, né? gastar nossa bondade com filho da puta

    ResponderExcluir
  2. Pode crer.;0), Tati.

    ResponderExcluir
  3. Instinto maternal desperdiçado. Mas no fim, junto com a raiva, vc deve ter se sentido bem, ñ é? Beijo,

    ResponderExcluir
  4. Ah, você não tinha como saber.

    E mais: ainda que soubesse, o cara precisava de uma ajuda, pô.

    ResponderExcluir
  5. Jayme, a própria mulher maravilha.;0)

    ResponderExcluir
  6. Menina, é isso aí.

    ResponderExcluir
  7. Sousas é uma beleza. Moraria numa casa do início de século, com porão e sótão lá tranquilamente. Eu, a Clau e os cupins.

    O "surto" foi atualizado, a pedidos. Bj

    ResponderExcluir
  8. Tarcisio, Souzas é meu paraíso.
    Tô indo lá no Surto ( já era tempo,heim?)

    ResponderExcluir
  9. Vivinha,
    Um verdadeiro idiota, ser� sempre um idiota em qualquer idade.
    Bjs
    mam�e

    ResponderExcluir
  10. Mãe, um cara pra dar dor de cabeça.
    beijos.

    ResponderExcluir
  11. Que cara sem noção!

    Vivien, meu avô viveu por muitos anos em Conchal, aí pelas redondezas. Quando eu era pequeno e ia visitá-lo, quase sempre íamos a Campinas, "a cidade grande mais próxima", hehe. :))

    ResponderExcluir
  12. idiotas sempre sobrevivem, é impressionante. Fosse um bobinho de 12 anos fazendo só porque os amigos desafiaram e ele é muito inseguro pra mandar catar minhocas, tinha morrido. Ou não, porque a tia Vivien teria salvo!

    ResponderExcluir
  13. *** Neutron, conte essas histórias. beijos.;0)

    ***Urubua, pois é. Eu imaginei que fosse a segunda opção mesmo e acabei dando de cara com um filhinho de papai em crise.
    O caso é que na hora foi realmente apavorante, sangue pra todo lado, uma m*** só.
    beijos.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: