03 agosto 2007

Cinco livros para o Lord e para a Urubua


Lord me convidou pra listar cinco livros que gostei muito e me marcaram. A Urubua também me mandou essa tarefa.Como eu disse, teria que pensar...essas escolhas são complicadas quando se tem algumas décadas de leitura.
Mas, pra minha surpresa, não demorei pra escolher, eles me vieram com o seu próprio sabor, daquele jeito que fico quando lembro de alguém querido: com uma saudade gostosa e sem mágoas.
Os livros que me escolheram, porque eles me escolheram ao se enfiar na minha memória dessa forma, foram esses.

Cem anos de solidão, Gabriel García Marquez.

Para mim existe Cem anos de solidão e o resto dos livros do mundo. Nada me impactou e me deliciou tanto. Já falei disso aqui e O livro tem uma beleza incrível, uma originalidade, um clima intraduzível.
Eu sou louca por realismo fantástico e essa é a obra mais perfeita, dentro da minha concepção.


Ensaio Sobre a Cegueira, José Saramago.


Foi o primeiro que li de Saramago. Gosto da Caverna, Ensaio sobre a Lucidez,Manual de Pintura e Caligrafia.... mas Ensaio sobre a Cegueira foi um livro que me tirou o fôlego.
A idéia do medo constante, do desconhecido, da exclusão, tudo me abalou. Os personagens, de uma simbologia aterrorizante, me marcaram demais.

O primo Basilio , Eça de Queiroz.
É um dos meus escritores favoritos, li praticamente toda a obra várias vezes. Destrui a coleção da minha mãe....
A ironia maravilhosa, a perversidade solitária de Juliana, a futilidade de Lúisa, tudo me atrai no romance.

O nome da Rosa, Umberto Eco.
Magnífico, teve a sorte ter uma adptação a sua altura, em um filme delicioso.Li muitas e muitas vezes, trabalhei com o filme e com trechos do livro em aulas que tiveram um ótimo resultado.
Quando Daniel era bebê e eu o amamentava, tinha um certo receio de dormir de masdrugada, machucando-o ( neura de jovem mãe)...assim, escolhi um livro que eu leria nas madrugadas em que ele estava mamando, um livro que eu gostasse muito e que, com certeza, me mantivesse acordada. O livro foi O Nome da Rosa, que eu internamente passei a chamar de "livro de amamentar".

Trabalho, lar e botequim, Sidney Chalhoub, é o primeiro de seus quatro livros e, segundo ele mesmo, o mais fraco. Eu gosto de todos, acho sempre que ele é brilhante. Absolutamente brilhante sempre.
Mas esse me fez continuar no curso de História, depois de pensar em desistir.

Todos me marcaram deliciosamente.
Eu quero jogar a bola pra ...

Clélia, a doce


Andréa, a espirituosa



Guga, o cool


Lulu, a descolada


Rafael, o único

37 comentários:

  1. Vivien,
    Missão cumprida! Belas leituras. Um dia ainda conseguirei ler Saramago. Acho curioso isso dos autores considerarem seus livros piores ou melhores. Até porque depois de publicados, considero os livros menos dos autores, e mais do público.
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. eu também citei o Cem anos, adoro Eça de Queiroz e O nome da Rosa, gosto do Saramago mas não li o Ensaio. Agora vou ter que ler, e também Trabalho, lar e botequim (já pelo título, promete!)

    ResponderExcluir
  3. Lord, leia esse, aposto que vc vai adorar.Depois me conta.
    Quanto ao livro do Sidney, creio que ele o considera um trabalho historiograficamente mais imaturo...e isso ele é, se compararmos com os outros.
    Mas isso não retira suas - inúmeras - qualidades.beijos.

    ResponderExcluir
  4. Urubua, cem anos é o livro máximo da minha vida, é aquele grande amor,sacumé?
    Tenho certeza que vc vai curtir o livro do Sidney.
    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Amei o dever de casa e confesso que você listou dois ou três livros que contribuíram muito para a minha formação. Vou pensar até o fim do dia porque cinco é muito pouco...rs

    ResponderExcluir
  6. Olá...sempre visito o blog da Clélia...e vi seu post lá....curioso como sou..entrei aqui!

    Bem...
    Missão difícil mas não impossível a sua!
    Pra mim, dos citados, "Cem anos de Solidão" é sem dúvida inesquecível...

    O primo Basílio é bom também, necessário....e agora vai entrar na moda, eu acho, por conta do filme a ser lançado.

    Do Eça eu gostei de uma tradução que ele fez...um clássico da literatura mundial: "As minas do rei Salomão"...(de Rider Haggard)...
    Eu o li na infância e me envolvi por demais!

    Parabéns pela seleção!
    eLi
    :-]

    ResponderExcluir
  7. Anônimo10:07 AM

    LINDO FINAL DE SEMANA!

    elisabete cunha

    ResponderExcluir
  8. denise10:15 AM

    Vivien, também tenho planejado ler o Saramago. Também me encantei com o Primo Basílio. Não li os outros que citou,mas já estão em minha lista.
    beijo,menina

    ResponderExcluir
  9. Ansdrea, tb acho...lista pequena é mais dolorosa!!! beijos.

    ResponderExcluir
  10. Eli, espero que não massacrem o Primo Basilio, como fizeram com os Maias,que ficou um lixooo.
    Obrigada pela visita, volte sempre.;0)

    ResponderExcluir
  11. Elisabete, pra vc tb,,,beijos.

    ResponderExcluir
  12. Denise, esse livro do Saramago tem um que de sonho e pesadelo...acho que vc vai gostar.;0)

    ResponderExcluir
  13. Vivien eu me lembro desse post do Cem anos de solidão que você fez. Eu tinha acabado de comprar esse livro e agora que li também posso dizer que ele é o número 1 da minha lista. Mas como pode a gente ter passado tantas horas juntas e não ter falado sobre ele? Imperdoável isso :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Márcia, imperdoável mesmo.Mas é uma coisa a mais que temos em comum, uia!
    beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi Vivien, gostei muito do seu blog também. Adoro a arte do Renoir! :)

    Para mim é difícil fazer listas, escolher os melhores... sempre acho que a lista que fiz não está perfeita... com o post do livros não será diferente. Ficarei o fim de semana inteiro pensando na missão que me foi dada pela Andrea!
    :)

    ResponderExcluir
  16. Marion, acho difícil toda escolha, mas no mínimo é um bom motivo pra conhecer novos blogs e novos papos.;0)

    ResponderExcluir
  17. nossa, temos gostos muito semelhantes. amo essa tela que colocou pra ilustrar e quatro dos livros indicados foram muito importantes pra mim. mas do garcía marquez prefiro amor nos tempos de cólera. do saramago, memorial do convento. quase acabei com a capa do ensaio sobre a cegueira, me dava tanto horror que arremessava o livro, nunca tive ataques assim, sou hiper cuidadosa com livros, mas era terrível. eu amo manual de pintura, é maravilhoso. foi o primeiro que li desse autor. amo o primo basílio e o crime do padre amaro, meus preferidos desse autor. e amo o nome da rossa, mas do umberto eco gosto demais de a misteriosa chama da rainha loana e baudolino. não li nada do chalhoub, mas se temos gostos parecidos, anotadíssimo. adorei o seu blog. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  18. rá!!
    adorei a descolada!!

    pódeixá que já tô pensando na lista!

    ResponderExcluir
  19. Vivien adoro O nome da rosa e por coincidência ontem passou o filme na globo de madrugada. Agora sabe que não consigo gostar de Cem anos de solidão.. acho um livro bem mediano, prefiro o amor nos tempos da cólera e o crônica.. bjos

    ResponderExcluir
  20. Vivi,
    dos livros que você listou, eu li o Primo Basílio. O livro é muito bom!Vi também a minissérie que passou na TV e gostei.Os outros citados vou colocar na minha lista de próximas aquisições com especial destaque para o Nome da Rosa(livro de amamentar!).Um beijo grande, Vivi Amorim
    (Vivis unidas jamais serão vencidas!)
    P.S. adorei seu post onde vc citou a música do Chico que faz menção a Revolução dos Cravos. Eu me lembrei imediatamente da música, bati muitas palmas durante sua execução na vitrolinha lá de casa!!

    ResponderExcluir
  21. Pedrita, volte sempre a essa Casa.;0)
    Adoro Amor nos tempos do Cólera, mas como disse no post....cem anos é inigualável pra mim.;0)
    beijos

    ResponderExcluir
  22. Lulu Descolada, to curiosa pra ver sua lista.;0)
    beijos.

    ResponderExcluir
  23. Lady A., como eu disse, gosto muito dso filme tb...acho que o Sean Connery está como sempre: o máximo. E o livro é fabuloso.
    Quanto a cem anos...ninguem sai vivo dsesse blog se falar mal desse livro...ehehehhe
    beijos.

    ResponderExcluir
  24. Vivi, espero que vc venha sempre aqui (Vivis unidas...rs).
    Quandso ao Nome da Rosa, apesar sde ser um livro denso e tenso, foi mesmo um livro de amamentar, porque eu sempre fui louca por ele.
    beijos.

    ResponderExcluir
  25. Vou colecionar todas essas dicas!

    ResponderExcluir
  26. Vivinha,
    tarefa fácil, muito fácil pra vc, o dificil é listar apenas cinco.
    Bjs
    Mamãe

    ResponderExcluir
  27. Você nem imagina. Eu tinha O Nome da Rosa em inglês. Nem o tinha lido e uma colega me pediu para dar uma olhada. Nunca devolveu.

    Um grande beijinho!

    ResponderExcluir
  28. Vivien,

    Como a Marion, sou péssima pra fazer escolhas e listas! Você me pergunta sobre 5 livros que tenham me marcado. Passarei, então, a bola pra Clélia menina. Talvez ela e minha memória afetiva ajudem-me a resgatar o que li na infância e tenha deixado marcas...

    Minha lembrança mais longínqua de leitura (não escolar) é da coleção "O Mundo da Criança" (título original: Childcraft), que lia em minhas viagens anuais à Bahia, pra visitar avós, tios & primos. Adorava me entreter, por horas, na casa dos meus tios, Conrado & Rute, com todas aquelas fábulas ilustradas! Depois, veio Monteiro Lobato, com "Reinações de Narizinho", aventuras deliciosas no Sítio do Pica-pau amarelo e no Reino das Águas Claras, que lia todas as noites, antes de dormir! "O Pequeno Príncipe" (título original: Le Petit Prince), de Exupéry, encantou-me com suas metáforas sobre amizade & benquerença. "Flicts" (a história da cor rejeitada) e "O Menino Maluquinho", ambos de Ziraldo, apesar de lidos mais tarde, conquistaram-me, definitivamente! Deu 5? Ufa...

    Bjo,
    Clé

    Obs.: adorei o "doce"...

    ResponderExcluir
  29. Cláudia, tenho certeza que vc vai gostar.;0)

    ResponderExcluir
  30. Mãe, aí é que mora a dificurrrrdade.;0)

    ResponderExcluir
  31. La Carmencita, emprestar livro é roubada quase sempre...;0)

    ResponderExcluir
  32. Célia, adorei a fala da Célia-menina. Lobato tb me acompanhou a infãncia: me lembro de enlouquecer de vontade de ir pro "sítio"....beijos.

    ResponderExcluir
  33. vivinha, o cool vai pisar na bola desta vez.Vou ficar devendo a lista, mas fico muito agradecido com a lembrança.
    beijão

    ResponderExcluir
  34. Poxa, cool Guga....;0)
    ok, ok.
    beijos.

    ResponderExcluir
  35. Seu blog é uma delicia de ler. Sua escrita flue. Concordo com quase todas as suas indicações. Algumas vou ainda na li mas vou seguir sua dica

    Parabéns
    Um beijo da Helena

    ResponderExcluir
  36. Helena, que bom que vc gostou, volte sempre.;0)

    ResponderExcluir
  37. Helena, que bom que vc gostou, volte sempre.;0)

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: