04 março 2007

cadê a cortina?


Esse é o lugar pra ler, ver tv e papear. Pequeno e aconchegante.

Eu adoro minha casa, adoro esse canto que tem tanto da minha história e do Daniel.

6 comentários:

  1. Qdo estávamos grávidos da Cê (que ainda era Bernardo), morávamos num apto, num nível abaixo da rua. Tínhamos, na janela da sala, uma cortininha de madeira (tipo Tok&Stok) que, à noite, tornava-se transparente. Quem passasse na calçada, em frente ao prédio, tinha uma panorâmica da nossa sala, área de serviço e quartos, se as janelas estivessem abertas. Para evitar tal invasão, colocávamos (com pregadores de varal), sobre a cortina de madeira, um lençol grosso (bege ou marrom). Qdo chegava alguma visita, tínhamos que correr pra tirá-lo! Às vezes, esquecíamos...

    ResponderExcluir
  2. *



    ora, cadê a cortina?!




    *

    ResponderExcluir
  3. Clélia e Xõn, pobre é fogo...um dos meus atuais sonhos de consumo é...uma cortina!!!!!
    Mas o resto da sala eu gosto demais.;0)

    ResponderExcluir
  4. Não se afobe, não, que nada é pra já...! A cortina improvisada está ótima!

    ResponderExcluir
  5. Esqueci das aspas ou itálico, é uma citação (do Chico).

    ResponderExcluir
  6. Clelia, eu adoro Futuros Amantes...;0)
    Como diz o Xon, vc e a dj da blogosfera.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: