23 outubro 2006

Todas as minhas possibilidades


Segunda feira, sempre foi pra mim, simbolicamente, o dia das possibilidades.
Talvez seja porque, durante anos, tive o péssimo hábito de "reavaliar" minha vida nos domingos. Uma idéia imbecil, diga-se de passagem.
Em outros anos, eu não tinha certezas...tinha só um monte de dúvidas.
Deveria mesmo ter feito História? Não seria melhor ter feito Jornalismo?
Deveria mesmo ter me divorciado? Eu ia conseguir fazer as coisas que eu queria? Minha vida estava passando e eu acordaria com quarenta anos e um monte de arrependimentos???
A única certeza que eu tinha, e sempre vou ter, é que ser mãe é a melhor coisa que existe na minha vida. Era minha única certeza.
Na segunda feira, magicamente, tudo se transformava. Era o dia que eu achava tudo possível, tudo viável, dia das mudanças.
Dia de começar a dieta ( que eu parava na quarta, claro..), dia de começar a escrever um projeto e tentar o mestrado, dia de procurar outro emprego.
Aos poucos, as dúvidas foram se resolvendo: comecei a fazer Jornalismo e tive a certeza cabal que sou professora, só que dessa vez, consciente e feliz com a opção.
Tenho certeza absoluta que deveria ter mesmo me separado, das duas vezes.
Consegui, depois de um loooongo inverno, escrever um projeto e cursar o mestrado. O projeto tem sentido pra mim, me dá prazer e acho relevante.
Ainda que exista muita coisa pra resolver na minha vida - e nossa, se tem!! - meus projetos me deixam completamente entusiasmada.
A casa nova, o trabalho novo, o mestrado, os projetos que ainda vou contar aqui, os artigos que estou escrevendo, o blog, e , obviamente, o mais importante de tudo, o Daniel.
Tudo isso faz com que a segunda feira seja ainda mais interessante.
Sai pra jantar com um amigo uma vez, ele escreveu perguntando se eu tinha gostado, respondi que tinha sido "praticamente uma segunda feira".
Ele respondeu " ainda bem que eu sei o que isso significa pra vc....senão ficaria arrasado."
Pois é, vamos ver o que essa segunda feira me reserva.

8 comentários:

  1. Anônimo10:49 AM

    Querida,
    Não se é o fato de sermos contemporâneas, ter a mesma idade, filhos, a vida correndo em rios que levam a mesmo pedaço de mar, mas eu vejo tantas semelhancias entre nós.
    Sim, eu também revejo tudo isso o tempo todo, não de uma forma assim tão pontual como você faz, mas estou semrpe pensando se minhas escolhas ainda são as minhas escolhas mesmo.
    E concordo plenamente em relação aos filhos. Minhas certezas absolutas. Meus amores que não deixam espaço para dúvidas e isso me aquece realmente o peito.

    ResponderExcluir
  2. Tati, essa sensação, essa certeza é deliciosa.;0)
    Tenho uma memória absolutamente horrível,mas me lembro limpidamente do dia que peguei o exame que dizia que eu estava grávida. Estava com uma amiga, pulamos tanto, tanto, que o laboratório parou.
    Saí "completamente mãe", parei de fumar exatamente nessa hora, comecei a ter milhões de desejos.
    E meu filho é o homem perfeito.;0)
    Coitaaaaada da minha futura nora...rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Anônimo9:43 PM

    Ahahahah!
    Que maravilha, Vivien. Sincronicamente estou aqui para lhe fazer um convite sobre o tema 'sonhos' e encontro esse post sobre o poder que a segunda feira tem para apontar caminhos.

    Bom, lá vai o convite: o Leonardo do Indizível lançou um projeto chamado Sonho Possível, onde cada blogueiro convidado faz um post onde conta um de seus sonhos. Os detalhes do projeto estão neste endereço: http://www.indizivel.com/blog/post/2006/10/23/projeto_sonho_possivel (coloquei assim porque não estou conseguindo fazer o link por aqui). Dá uma olhada lá e vê se está a fim. Eu já coloquei meu sonho lá no Liperama. Achei a idéia bem legal, até porque joga a gente para encarar um sonho de frente. :)

    Bjão e bom sonho!!!

    ResponderExcluir
  4. Felipe, adorei o convite, obrigada! Tpo sim, com certeza.;0)

    ResponderExcluir
  5. Ei Vivien, que legal que vai participar do "Sonho Possível"! :D Quando postar seu sonho, não deixe de ir lá no Indizível me avisar pr'eu atualizar a lista de "sonhadores de pés no chão" :D

    Agora, que coincidência... há uns 3 dias atrás, comentei no blog da Fabiana, Que Chita Bacana que adoro Klimt e que o meu favorito é "O Beijo" e eis que você o posta aqui! Boa sintonia... :)

    ResponderExcluir
  6. Leonardo, o Beijo é o meu favorito, lindo demais. Mas tudo dele é mesmo inebriante.
    O post sobre o sonho é o sobre a Úrsula.;0)

    ResponderExcluir
  7. Ei Vivien, será que você pode me arrumar um pouco desse seu alucinógeno? :)

    ResponderExcluir
  8. Márcia, palhaça...rsrsr....eu ainda não consigo entrar naquele seu brógui imoral...rs

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: