13 outubro 2006

Chorando no campo

Eu entrei na comunidade "eu choro no cinema", porque choro mesmo, de dar vexame.De soluçar, de balançar o ombro, sabe como é?
Tenho uma lista grande de filmes altamente "choráveis", mas ontem, sei lá porque motivos, dois vieram à tona em uma conversa.
A cena em que Tom Hanks perde o "Wilson" no mar.Eu chorei copiosamente muito tempo depois da cena ter acabado, nunca havia me deparado tão dolorosamente com a sensação de perda.
Acho absolutamente brilhante como foi traduzido isso na cena, pelo menos, pra mim "bateu" assim.A impotência brutal da perda, ainda que o sujeito dê braçadas enlouquecidas, ainda que berre, perdeu, perdeu, foi.Fim.
E eu chorando.
Outra cena é a no primeiro reencontro, depois de cinco anos, dos cawboys gatos apaixonados. Foi o abraço mais tocante que já vi e a certeza de que, não só nunca amei, como nunca fui amada daquele jeito, foi extremamente incômoda.
Não me lembro de ter visto um filme em que o amor fosse exposto de forma tão intensa, tão dolorosamente intensa.
E eu chorando de novo, vixe. Mas como não me emocionar com a tal cena?
Meus alunos ironizam, medrosos, dizem que filme gay jamais poderia ser tão tocante. Eu os desafio a assistir, duvido que se possa ver de olhos secos.
Duvido que alguém assista sem desejar sentir e ser objeto de desejo de um amor daquele.
D-u-v-i-d-o.
Porque , em última instãncia, todo mundo quer mesmo é ser amado.
Eu quero, pelo menos.
E se for um amor daqueles...pô!

7 comentários:

  1. Eu também deveria fazer parte dessa comunidade, mas estou fora do orkut porque adotei aquela máxima do Groucho Marx. Olha, já chorei até vendo "Legalmente Loira" na TV, você acha que pode? ahaha Beijos

    ResponderExcluir
  2. Lou Salomé, tenho entrado poquissimo no orkut, mas como consegui rever amigos de milênios e até primos perdidos, não saio não.....rs
    Mas é engraçado isso: meu recorde foi chorar na propaganda da maça brasileira, mas isso faz 14 anos e eu estava grávida....beijos.

    ResponderExcluir
  3. eu posso morrer e dizer que já amei e fui amada assim.
    uma sensação realmente reconfortante.
    nunca mais o vi, mas ainda sinto o amor me pesando o peito, masmo que outros homens eu ame, aquele amor não sai de mim.
    Isso é muito bom e muiot ruim.
    Mas veleu a pena e faria tudo de novo.

    ResponderExcluir
  4. Fabio Fabulous1:55 PM

    eu nunca choro em filmes.... mas do risada. no titanic enquanto minha mae chorava, eu dava gargalhadas, principalmente quando o titanic partiu-se em 2.

    ResponderExcluir
  5. Fábio, seu monstro.
    Nunca chorou mesmo? Daniel diz que só frouxo é que chora....ô raça ruim!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Tati, isso deve ser muito bom.

    ResponderExcluir
  7. Tati, isso deve ser muito bom.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: