02 dezembro 2007

O almoço que não houve











Marquei um almoço com alguns amigos hoje, domingão. Eu particularmente gosto muito de gente na minha casa, gosto do barulho, das risadas, da conversa. Gosto de cozinhar pros meus amigos e descobrir gostos específicos pra comprar coisas específicas: lembrar no supermercado de comprar o doce do fulano ou o suco que a sicrana adora. Gosto desses mimos.
Então preparo minha casa como uma casa-noiva: limpo, perfumo, enfeito, coloco flor.
Nesse sábado, fiquei limpado. Eu estava linda, vocês tinham que ver, de havaiana lilás, calça arregaçada, cabelo preso em um coque com lápis. Eu estava uma gata.
Lavei, cantarolando, porque lavar é ritual e ritual precisa de canto. Aí decidi desinfetar com álcool, porque vinha criança e como tenho a Renildes, achei melhor garantir uma coisa desinfetada. Porque, gente, quando meu filho era pequeno, eu era a rainha das coisas esterelizadas, uma paranóica.
Ai, parei, linda com minha vassoura na mão e tive uma idéia brilhante: água fervendo....ah, genial.
Foi um tal de água fervendo, panos e vassouras, limpa vidros e desinfetantes.
Ficou titindo, dava pra comer no chão.
Putz, e a salada? Estava sem carro, não dava pra ir no mercado. Fui até a revistaria-conveniência mais próxima e improvisei coisas pra salada, ficou legal, ficou sim.
Aí comecei a cozinhar, ia repetir o prato que fiz outro dia pra outros amigos: frango ao curry. Então, cozinhei, temperei, coloquei um pouco mais de cúrcuma, experimentei, hum, mais curry, llalalalllá, cantando, bebendo coca-cola e assistindo Senhor dos Anéis na tv.Deixei tudo no jeito, pra dar o toque final na hora de servir, no dia seguinte.
Tudo pronto, peguei um dos livros que estou lendo ( falarei dele em outro post), Malcoml X pulou para minha cama, apaixonado como sempre, li e dormi.
Acordei cedo pra lavar o quintal, lavei toda linda, com aquele visual que já contei. Terminado o servicinho de preso, tomei um super-banho, fiquei toda arrumadinha, cheirosinha e lendo meu jornal.
Passou um tempo, minha amiga me ligou, dizendo que estava vindo.
tic-tac. tic-tac.tic-tac. Nada.Nada.
Tmei mais coca cola pra enganar o estômago, comi uma bisnaguinha, deitei na minha cama com meu livro.Nada ainda, meio-dia, meio dia e meia, uma hora, uma hora e meia...
O telefone toca, minha amiga, toda nervosa, me conta essa:
esqueceu o número da minha casa. Chegou, viu casas iguais, sai batento em todas, nada de Vivien, suou no sol, ouviu choro da filhinha, stress do marido, tentou me ligar, meu celular imprestável não tocou.Séculos depois, suando e cansada, voltou pro carro e pra casa. Aí me ligou.E ai a bosta do meu celular imprestável resolveu tocar.
E a outra amiga que viria, também não apareceu. Foi um complô, ah, juro que foi....rs
Mas tudo bem, vou comer frango ao curry por uma semana.
De mais a mais, se não fossem esses desencontros, como eu escreveria no meu blog?
Ah, queridos, meu endereço vai por email e espero vocês em outro dia.
NO stress, beijos a vocês.

40 comentários:

  1. Ahhh, que chatisse! É ruim se frustrar assim, né? Mas tudo tem um lado positivo, ué... um post delicioso e uma comidinha deliciosa durante a semana! Amo curry! :D
    Beijo
    Ana
    www.mineirasuai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ana, tudo tme um lado positivo, esse domingo estou hiper polyaninha..ehhehe
    Então, qaundo vc vier prá essas bandas, já sei o que cozinhar.;0)
    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Vivien, carái! Que barra, não acaba mais?
    Bom, espero que no dia lançamento não aconteça nada de errado. Vai com o Biajoni que ele sabe o caminho, tá?
    Beijo, menina

    ResponderExcluir
  4. Huahauhauahaua... desculpa, mas tenho que rir... depois que passa a situação, vira até piada, né?

    ResponderExcluir
  5. Vlater, acho que vai dar certo minha ida pro seu lançamento, to combinando com a Sibila.
    Beijos.;0)

    ResponderExcluir
  6. Clau, já virou piada na hora....essas coisas acontemce, né? E o frango ficou bom pacas. E vc, quando vem pra cá?? beijos.;0)

    ResponderExcluir
  7. Minha querida, eu daqui me diverti prá caramba enquanto eu lia, te imaginando prá lá e prá cá... Já passei por uma dessas no meio de um filme, onde a minha casa serviria de locação. Quase no fim do dia resolveram mudar de idéia (fazíamos 2 filmes ao mesmo tempo na época), e acabei não trabalhando em nenhum dos dois aquele dia.

    E ainda tive que passar uma semana inteira comendo sanduíche com coca-cola, salgadinhos com guaraná, bolo de chocolate com soda, uma maravilha... e eu morava sozinha.

    Liga não. Pelo menos, cê curtiu o ritual, eu curti daqui!

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  8. Minha querida, eu daqui me diverti prá caramba enquanto eu lia, te imaginando prá lá e prá cá... Já passei por uma dessas no meio de um filme, onde a minha casa serviria de locação. Quase no fim do dia resolveram mudar de idéia (fazíamos 2 filmes ao mesmo tempo na época), e acabei não trabalhando em nenhum dos dois aquele dia.

    E ainda tive que passar uma semana inteira comendo sanduíche com coca-cola, salgadinhos com guaraná, bolo de chocolate com soda, uma maravilha... e eu morava sozinha.

    Liga não. Pelo menos, cê curtiu o ritual, eu curti daqui!

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  9. Querida
    eu não fui..mas posso filar o almoço do frango congelado????

    ResponderExcluir
  10. Olha, sua mãe que me desculpe, mas vc é uma filha da puta, e tá convidando todo mundo pra ir pra sua casa é?
    Que casa? NInguém sabe onde vc mora, sua cabeça de vento, aliás, te conheço? Quem é vc? Vc existe? Hahaha! Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Alek, coisas da vida...ehheeh.beijos e to feliz em te ver de volta.;0)

    ResponderExcluir
  12. Tati, pode vir...rs...e tem que levar esse gremlins que está me deixando louca porque sobe na minha cortina...beijos.;0)

    ResponderExcluir
  13. Tati, pode vir...rs...e tem que levar esse gremlins que está me deixando louca porque sobe na minha cortina...beijos.;0)

    ResponderExcluir
  14. Karen, to convidando todo mundo não....convidei um casal que bateu nas outras casas, vc conhece esse povo???
    Se eu existo?
    Claro que não, vou só um avatar...ehheeh
    beijos, querida.

    ResponderExcluir
  15. Vivinha,
    sei que essas coisas acontecem, mas eu teria um "chilique/10"
    Bjs
    Mamãe

    ResponderExcluir
  16. Mãe,imagina só se eu desse um piti cada vez que eu tivesse me frustrado esse ano...?
    Não teria feito outra coisa.;0)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Passando pra te dar um beijo!

    saudades!

    ResponderExcluir
  18. Vivien, tanto amor no preparo... juro que me deu vontade de honrar tanto carinho. Bastava apenas superar detalhezinhos, pois não como frango (sou vegetariana, é um peixinho bissexto e olhe lá), a gente só se conhece por blog (ainda), enfim... Presto minha solidariedade. Já passei por isso e ninguém merece repetir essa dose. Sorte que sua você é assim feliz, de bem com a vida.

    ResponderExcluir
  19. Não sei se reagiria com tanta tranquilidade, mas admiro sua calma...rs Me ensina? A fazer frango ao curry, claro. Bjs

    ResponderExcluir
  20. Na próxima nos convida. Pronto!

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Que sacanagem... Eu teria morrido de decepção e ódio da situação... Mas acontece né? Bjos

    ResponderExcluir
  22. Elisabete, vc sabe que a casa é sua.;0)

    ResponderExcluir
  23. Ana Carmen, fiz grande amigos através do blog, aliás, amigos que com certeza deixam minha vida melhor.
    Quem sabe um dia a gente marca um almoço vegetariano por aqui?
    grande beijo.

    ResponderExcluir
  24. Andrea, a calma diante da situação é bem explicada: minha amiga JAMAIS me daria um cano. Se ela não apareceu, eu sabia que algo sério tinha acontecido, como de fato aconteceu. A coitada ficou tentando achar a minha casa entre milhões de casas iguais...eu deveria ter confirmado o número, mas sou meio tan-tan...rs
    Quanto ao franto ao curry, pegueia receita no blog da Viviane e modifiquei um pouco, ficou booooom.;0)

    ResponderExcluir
  25. Sandra, uai, claro que convido.;0)
    é so a gente marcar mesmo...e me lembre de te mandar o número da minha casa..hahahahah

    ResponderExcluir
  26. Babs, agora eu aprendi, tenho que ser mais organizada, mulher...mandar endereço certinho, essas coisas.
    Além disso, meu celular é de lua, como a dona, só funciona quando quer, vai entender...rs
    beijos.

    ResponderExcluir
  27. Sibila5:09 AM

    Vivi, banqueteira de prima!
    Uma das piores coisas é vc ficar naquela expectativa, a gente fica que nem criança, eu pelo menos, super-ansiosa e quando a coisa mia... tb como criança, num estado de desolação, com uma raiva de querer chorar. Ainda bem q vc levou na boa! Bjs.
    PS: Como é q vou receber vc muié, se nem ovo frito direito ser fazer?

    ResponderExcluir
  28. Sibila, se meu celular não fosse tão maluco...tudo teria dado certo.;0(
    Vc tem avental ai? Então me manda pro fogão porque baixa a Maria aqui, minha filha, e tudo esta resolvido...rs
    Na casa de uns tios, no Rio, eu chego e tenho que fazer umas coisas, é tradição : moqueca de peixe, risoto de camarão e canja pras madrugadas de papo. Mas eu só faço duas exigências: meus temperos e meu avental, pra "entrar no personagem"..heheheh
    To mandando email pra vc agora, abre lá.
    beijos.

    ResponderExcluir
  29. a vida é mesmo a arte do encontro...

    gostei do termo casa-noiva. ;-)

    beijão.

    ResponderExcluir
  30. Shiraga, pois é. E os desencontros tb não são um drama, certo? Tudo se arruma depois.
    Na próxima vc vem e conhece a casa-noiva, ok? beijos.

    ResponderExcluir
  31. Vivinha,
    Vc viu o trevinho que eu repassei para vc???????
    Bjs
    Mamãe

    ResponderExcluir
  32. ah vivien! eu tb quero comer da sua comida, ora bolas! fiquei aqui, cheio de água na boca!

    beijos procê

    ResponderExcluir
  33. Mãe, oba....vou lá pegar, a Rosamaria já me deu tb,;0)

    ResponderExcluir
  34. Leandro, opa! como eu já disse, é só combinar. Me lenbre de dizer o número da minha casa..ahhaha
    beijos.

    ResponderExcluir
  35. Vivien, nós temos mais coisas em comum do que as unhas vermelhas. Faço que nem tu, arrumando uma casa-noiva, adoro encher a casa de gente e cozinhar, fazendo o que cada um gosta.
    Desencontro? Coisas da vida(Bozó)!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  36. putz é horrivel esperar né!
    vou esperar comer um desses hein!
    rãm!
    heh

    beeijos

    ResponderExcluir
  37. Vivien, quando eu era pequeno minha mãe também era muito paranóica com esse negócio de esterilizar tudo... será que é coisa de professora? hehehe

    ResponderExcluir
  38. Rosamaria, não é uma delícia??
    beijos.;0)

    ResponderExcluir
  39. Belle, então tá combinado.beijos.;0)

    ResponderExcluir
  40. Neutron, deve ser, a minha tb era assim..haahahah....beijos.;0)

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: