31 janeiro 2010

Sábado em Cena - O Planeta dos Macacos

Algumas cenas são memoráveis e entram de tal forma no imaginário que acabam sendo reproduzidas à exaustão. O final de Planeta dos Macacos é um exemplo disso. O protagonista, após aflitivas lutas e fugas, abandona o grupo macacos falantes/humanos quase mudos e cavalga rumo ao desconhecido, com sua nova Eva.
Sem saber onde está, acreditando estar em outro planeta onde o desenvolvimento se deu de outra forma, ele se aproxima de algo que não vemos.
A aproximação da câmera, a expressão do ator, tudo prepara o espectador para o choque final: mas isso, espero que vocês vejam na cena.
Uma das mais angustiantes que já vi, um exemplo de narrativa desesperançosa.




6 comentários:

  1. Sim, a cena é marcante. Uma das mais fortes do cinema, mesmo tendo sido produzida em uma época em que os efeitos especiais não chegavam a ser especiais.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo8:12 AM

    Demais! Vc sabe que eu só assisti a regravação... eu ainda não tinha visto a cena da estátua da liberdade no chão, vc crê?
    bjs
    Frou
    :o)

    ResponderExcluir
  3. ***Allan, como você, acho realmente que é uma das cenas mais intensas da história do cinema.;0)
    Beijos.

    ***Frou, não tinha? Puxa, essa daí ficou na minha memória afetiva. Impactante, né? beijos.

    ResponderExcluir
  4. Vivinha
    A cena é sem dúvida muito forte e marcante mesmo, pra falar a verdade é a única que me lembro do filme.
    Essa cena de Gilda é muito linda,Rita Hayworth estava muuuiiito inspirada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Meu seu blog é espetacular, show, not°10 desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da família
    Um grande abraço e tudo de bom
    Ass:Rodrigo Rocha

    ResponderExcluir
  6. ***Rodrigo, obrigada, volte sempre, beijos.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: