27 janeiro 2011

O Rolo










Eu me lembrei do Cortiço ontem. Da briga entre a mulata e a portuguesa, do barraco das duas no meio do cortiço, da bagunça.
Ontem eu vi algo assim, mas muito menos literário e muito mais deprimente.
Com o carro no conserto, tive que ir dar aulas na faculdade de ônibus, o que detesto. Já tomei muito ônibus na minha vida, essa chatice...passo.
Sempre trabalhei de manhã, essa experiência com a graduação é interessante, mas é à noite. É um saco dar aulas à noite.

Mas não tive escolha, era isso ou faltar. Então, isso. Na volta, peguei uma carona com outra professora, que me deixou em um ponto de ônibus medonho. Era medonho, gente.
Era em frente de um botequim que cheirava a muitos anos sem faxina, com alguns bêbados rondando. Sério, uma caminhada de bêbados, parecia sindicato dos cachaceiros de Campinas.
E nada da porcaria do ônibus. E mais bêbados. E eu me encolhendo e pensando "manchete..professora fatiada e assada com batatas em um botequim de campinas!!!!". Meda. Porque qualquer um que me conheça, sabe que sou muito medrosa, muito mesmo.
Do nada surge o master bêbado, esses tipos que parecem uma caricatura humana, que olhados, despertam pena e irritação, porque são sempre, sempre, uns inconvenientes. Dito e feito, o master bêbado chegou perto de duas senhoras ( que estavam de braços dados, flores na mão e comentavam do baile que tinham saído, já meio chumbadinhas também)e começou a berrar:
- olha isso..olha isso....veeeeeeeeeeeia....feia...quem quer essa m***????
As duas se encolheram,eu entrei no botequim, pensando:morri, morri.
(Daniel sempre diz que o melhor dessas cenas é minha cara de pânico)
Continuou ofendendo as mulheres, até que um jovem, que chegou em seguida - vindo do mesmo bailão..- parou na frente dele:
- qual o problema aí, seu otário?? Tá ofendendo as senhoras por que??
O valentão se encolheu. Ficou quieto. Do nada,começou a gritar:
- eu piso na cabeça deeeeeeeeela...o sangue vai espichar!!!
Nessa hora eu já estava rezando, abraçada com a bolsa, com cara de choro.
A namorada do jovem que havia defendido as senhoras, pulou na frente do master bêbado: escuta aqui, seu b***, você é homem, mas não é dois!!! cala tua boca, seu bêbado nojento...aqui só tem mulher séria, só porque a gente vai no baile você acha que pode ofender, seu idiota!!!! some daqui, some,seu lixo< /em>.
- Euuu...não...bato em mulheeeer...porque não queeero....eu já matei, já matei...
- Então me mata, seu idiota
!
Dizendo isso, a moça sentou um tabefe nas fuças do bêbado. Mas um senhor tabefe, com mão aberta, que fez barulho mesmo. Aí um grupo de adolescentes saindo de uma escola começou a rir, o pessoal começou a tentar acalmar, até eu entrei na história, acalmando a moça, oferecendo água, essas coisas que quando a gente entra na turma do "deixa disso" faz. Porque eu sou apavorada, muito apavorada, porém,maior que o meu medo de bêbados, é o meu medo de linchamento, e aquele imbecil, uma vez no chão, viraria uma panqueca de sangue.
Ele continuou:
- eu sou primo do xxxx - não entendi o que ele disse - sou graaaande lá no xxxxx - disse o nome de uma favela -eu te mato,heim?
- mata nada, seu bêbado, seu otário, sai daqui senão eu é que te arrebento.
E gritou:
- frouuuxo!!!
O bêbado foi embora, eles tomaram seus ônibus e logo passou o meu.
Subi, ainda com um medo dos diabos, achando a tal da moça uma heroína dos becos. E parecia uma história digna da Madame Gongadeira,afinal.
Socorro.



****post originalmente publicado em abril de 2008.

20 comentários:

  1. Anônimo10:20 PM

    KKKKKKK

    Da próxima, vê se leva uma filmadora. Imagine que material realístico para vc emprestar para a sua amiguinha... rs
    bjs
    Frou
    :o)

    ResponderExcluir
  2. Vivinha, cê precisa melhorar de ambiente, filha. Pobreza pega, viu?
    Beijo, menina

    ResponderExcluir
  3. quando eu crescer quero ter a coragem - e a insensatez - dessa moça. Minha heroína.

    ResponderExcluir
  4. Vivinha
    Com esse mal humor todo, não sei como não rolou bala perdida, ou achada na história. Considerando essa hipótese, vc teve sorte.
    Credo!!!!??? e é Campinas, heim
    Bjs
    mamãe

    ResponderExcluir
  5. Vi querida, história que o bem gosta de ler, escrever e contar.
    Corajosa, embora com bêbado, dá até para ser corajosa.
    Como dizia minha mãe "c..de bêbado não tem dono". Qualquer um pode.
    Beijos menina e boa semana.

    ResponderExcluir
  6. ***Frou,vc ia rolar de rir...de mim!;0)

    ***Valter,se aquela bebedeira e "barraquice" pegar...tô frita.;0)

    ***Urubua,tinha gente na torcida dela e o tapa foi um sucesso.;0)

    ***Mãe,Campinas,lado B.;0)

    ***Aninha,como eu disse,se alguém jogasse o infeliz no chão,o final da história seria terrível.;0)

    ResponderExcluir
  7. a història da filmadora não è ruim viu. eu pagava para ver esse barraco...imagino a sua cara mesmo, como o Daniel disse, você deve ter morrido de medo
    risos.
    Cenas do cotidiano e agora não mais sò cariocas.

    ResponderExcluir
  8. Vivien, por essas e por outras fiz aquela homenagem pra você e pros que fazem literatura ao natural, lá no blog. Imagino que você passeou muito por aqueles links com Nabokov, Yourcenar etc. Ou não?
    beijocas

    ResponderExcluir
  9. ***Belle,se eu filmasse,seria um estouro no youtube...ehheheh.;0)beijos.

    ***Maristela,eu adoro posts com link exatamente pra isso,pra passear neles.;0)
    Me manda esse post que vc mencionou,beijos.

    ResponderExcluir
  10. Que sufoco deves ter passado, Vivien! Isso é bom de ver em filmes e não pessoalmente.

    Dei muita risada da Madame Gongadeira! Não a conhecia.

    Bjim.

    ResponderExcluir
  11. Rosamaria,a Madame Gongadeira já me fez chorar de rir,uia que maldade...rs
    beijos.

    ResponderExcluir
  12. Huia, minina que história! Fiquei ansiosa só de ler!

    Barracos da vida... Ufa.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  13. Babs,se eu filmasse...estourava no youtube...rs
    beijos

    ResponderExcluir
  14. NOSSSA!!Que sufoco...seus pecados já foram pagos até pro final do ano, daqui pra frente só coisa boa!!! Agora pensar que isso é normal pra certas pessoas...até me faz pensar o quanto somos frágeis.
    Mas confesso que dei umas risadas!!!Bjs!!

    ResponderExcluir
  15. ***Sandrinha, eu virei fã da moça...rs
    beijos.

    ***E o Vento Levou, eu tb ri muito, depois...rs..na hora, quase desmaiei de medo...rs
    beijos.

    ResponderExcluir
  16. O barraco com uma heroína é mesmo digno de um top top do youtube.

    Bjo pra vc.

    ResponderExcluir
  17. **Tarcísio, essa idéia foi ótima, se eu tivesse gravado, saia no CQC...rs
    beijos.

    ResponderExcluir
  18. É tão legal ler isso pq tipo agente nunca acha que vai acontecer uma coisa dessa com agente KKK mas em uma hora ou outra ta la você na presença de uma perola dessa.

    By: Harry

    ps: esperando as dicas de filmes que me foi prometido. :)

    ResponderExcluir
  19. ***Harry, exatamente!!!
    Eu te passo na escola, beijos.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: