07 junho 2010

o beijo que não era de klimt


Eu já contei por ai, entre um coment e outro, mas agora vou assumir.
Eu fiz teatro na adolescência. Pronto, falei. Tô vermelha, gente.
Porque adoro teatro, adoro mesmo. Acho que uma boa peça é sempre uma experiência única, mas teatro amador é o ó do borogodó.
Os ensaios vão sempre virando uma coisa que mescla sessão de descarrego com terapia em grupo. E levado a sério, muito a sério.
Eu tinha 16 anos e queria mudar o mundo, como muita gente aos 16 anos.Mas hoje, com 38, não posso deixar de lembrar divertida dos exercícios. Já que é pra chutar o pau da barraca, vamos lá.
Uma vez, em um curso, o "diretor" pediu que todo mundo levasse um lençol na aula seguinte. Levei. Aí ele me manda essa: era pra todo mundo vestir o lençol (note : SÓ O LENÇOL) e sair pulando pela rua, em uma versão tupiniquim das bacantes.
Fala sério.
Coloquei o lençol em cima da camiseta e do jeans. Horrorizados, os outros olhavam pra mim e pra umas outras três alunas ( que também estavam vestidas sob o lençol) penalizados diante de nossa - nas palavras deles...- "travação e repressão".
(Ok, vai ser desinibido, sem repressão e andar pelado de lençol na rua, vai fundo, dou a maior força. Mas eu passo, obrigada.) Além de tudo, acreditem ou não, o tal exercício foi filmado e apareceu no jornal local, com close aqui em mim....imagina so se eu estivesse "desreprimida"?
(Antes reprimida ridícula vestida do que "desreprimida" ridícula pelada na rua. Eu achava e ainda acho.)
Em um dos exercícios, o grupo com o qual eu trabalharia tinha uma "super desreprimida"; veio dela a idéia brilhante:
"vamos tirar a roupa? eEsse povo do curso tá muito frio".
Claro que argumentei que ninguém ia ficar frio com o nosso grupo ridículo e pelado, mas que seria uma estratégia simples, barata, fácil. Tola, na verdade.
" Assim todo mundo presta atenção, grande droga."
Convenci os outros ( afinal, seria mais uma vez excluída e taxada de reprimida...mas esse mico eu não pagava nem a pau) e a gente fez uma outra coisa qualquer.
Ridicula, claro. Mas vestidos.
Em outro exercício , o "diretor" se concentrava ao ler um texto e a gente, em cima do palco, de olhos fechados
(porque teatro amador brega pra diabo tem que ser feito de olhos fechados) tentava interpretar o tal texto filosófico.....com gestos.
Preciso dizer mais alguma coisa?



******primeiro texto publicado neste blog, em 2006.

27 comentários:

  1. Contei uma história boa aqui... mas resumindo... esse pessoal adora um motivo pra tirar a roupa!

    Abs pra vc.

    ResponderExcluir
  2. Andréa Frou9:33 PM

    Vc esqueceu de falar que o texto era de Nietzsche, puxa vida!

    ResponderExcluir
  3. Andréa Frou9:35 PM

    Lembra das festas do inicio da graduacao, qd aparecia um povo pelado pulando no meio das festas??? Acho que fizeram o mesmo curso?
    :o)

    ResponderExcluir
  4. Tarcisio, eu ri muito da sua historia....deletei sem querer, ainda to retardada aqui, vc sabe que a sou blogueira de primeira viagem!!!

    ResponderExcluir
  5. Frou...duas coisas:

    1) sacanagem vc contar o autor...amiga que sabe do passado sombrio pode ser um problema...rs

    2)eu nao lembro de naaaaada disso,eu, heim..rsrs..Lembro do pessoal da cenicas fazendo aquelas performances no bandeijao...ave maria!!

    ResponderExcluir
  6. Vivi!!! Eu não sabia desse seu passado negro... rsrsrsrsrsrrss
    Mas eu me lembro do pessoal da cênicas fazer performances em TODA a Unicamp e sempre tinha uma aluna que ficava pelada. Claro que eu fazia aquela cara de quem está entendendo tudo rsrsrsrsrs afinal eu era uma "intelectual pálida e doentia" rsrsrsrsrsrsrsrsrsrss

    ResponderExcluir
  7. Vivi: sei lá sou eu: Mara Goes rsrsrsrsr

    ResponderExcluir
  8. Mara, só vc mesmo pra citar esse sábio!!!!...rs

    ResponderExcluir
  9. eu acho que deve ter sido divertidíssimo!!! ha ha ha ha ha ha

    ResponderExcluir
  10. Vivien!!!!
    que massa
    que ótchimo
    que maravilhoooso
    que vc essa sua casa de mãe joana!
    adorei!
    amei!
    vou linkar agora!
    Mas menina...
    Qdo vc é adolescente vale tudo né não? Principalmente "inserções artísticas" rs
    agora, eu um dia desses me passei por uma, minha filha...passei um final de semana inteiro me rebolando pelo chão no Sesc Sta Rita (super hiper centrão de Recife) pra ver se aprendia alguma coisa com o pessoal do TOC do Rio (teatro do oprimido) pra passar pros meus alunos de audiovisual...pense! Me rebolei tanto no chão, me enrolei numa penca de gente, imitei passarinho, cobra e minhoca, fiz tanto do barulho ...meuimãovelhobrother! foi lasca e o pessoal? grande parte achava que tinha 16 anos e estava no front.
    beijão alegre!!

    ResponderExcluir
  11. Tati, arte campineira....hahahh....depois eu conto mais...bj.

    ResponderExcluir
  12. Cynthia...volte sempre, aqui sempre vai ter um café quentinho pros amigos...ahhaha.
    Bom, eu vou contar outras aventuras "artisticas", como quando a gente "virava arvore", "chovia"...uma doideida....rsrs,bj

    ResponderExcluir
  13. Vivien blogueira...
    Bem vinda, moça. :)

    ResponderExcluir
  14. obrigada, Rafael.;0)

    ResponderExcluir
  15. Nossa, é o primeiro post e os comentários já estão a todo vapor. Sucesso total o mãe joana.

    Abs

    ResponderExcluir
  16. oi vi, q legal, nao lki td apenas dei uma passda de olhos, parabens, bj sds.Zi

    ResponderExcluir
  17. Esse post tá ótimo! Tenho a mesma idade que você e também confesso que fiz teatro dos 14 aos 17 anos. Lembro exatamente desses exercícios de terapia de grupo e daquela meio que obrigação de ter de ser liberal. Uma vez a ex-namorada do meu então atual começou a beijá-lo no meio de um exercício desses, bem atrás de mim, mas ele se esquivou, graças a Deus a fidelidade falou mais alto. :)

    ResponderExcluir
  18. Zi, obrigada, volte sempre.;0)

    ResponderExcluir
  19. Leila, que bom que vc gostou.;0)
    Menina, tudo vira post mesmo, é? agora olho o mundo com outros olhos..kkk....tô conversando com a pessoa e pensando "hum..isso dava um post legal"...kkk...bj

    ResponderExcluir
  20. Vivien,
    mulé dificil, hein? Nem por amor à arte!
    Beijo, menina

    ps: lembrei agora; e a minha "afilhada"?

    ResponderExcluir
  21. ***Valter, que bom te ver por aqui!
    Sua afilhada fugiu, gatinha sacana...rs
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Ri, mas ri litros com este seu post, e por uma coincidência eu hoje tb postei que fiz teatro, ma snada tão radical...kkkkkk.
    Olha vamos nos encontrar sim senhora, vou mandar o meu número de telefone para o seu hotmail, ok?
    Beijão.

    ResponderExcluir
  23. ***Jan, teatro é sempre, sempre bom, mesmo quando é ruim....rs
    Manda para o vivien_morgato@yahoo.com.br
    beijos e até Recife!!!

    ResponderExcluir
  24. Vivien

    Tem selinho lá no Blog dos Presentes do Espaço
    Mensaleiro.
    http://repassandofloresquerecebi.blogspot.com/

    Espero que goste.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  25. ***Eliana, obrigada! beijocas.

    ResponderExcluir
  26. Vivinha
    Esse negócio de ficar pelado, transpor regras, querer ser diferente, eu encaro tão somente para chocar, não vejo de outra forma.
    bjs

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: