12 março 2009

O Rio Nilo na sala de aula


Quando eu trabalhava com ensino fundamental, tive experiências inesquecíveis. Algumas já contei aqui, outras eu gosto de lembrar.

Uma vez, junto com uma 5a série animada - e me parece que todas as 5as séries são animadas até as orelhas...- tive uma idéia aparentemente bacana: pra finalizar um trabalho que eles estavam desenvolvendo sobre Egito Antigo, faríamos um grande painel na sala.

Peguei o material na sala de artes: papel pedra, papel sei-lá-o-que que parece água, canetinhas, brilhinhos, toda uma parafernália maluca.

Era menino desenhando na mesa, no chão, pendurado no ventilador, uma farra.

Só que eu não tenho essa perspectiva do conjunto, essa noção estética, essa coisa da criação plástica, sou horrível nisso. Horrível pra valer, eu não faço a mínima idéia de como alguém pode ser cenógrafo ou arquiteto, me parece um tipo de conhecimento alquímico que nunca terei. Acho lindo. Absolutamente lindo.

Começamos a fazer um enorme rio Nilo, o papel que parecia água acabou e uma das meninas emendou um papel crepom. Esse também acabou e um garotinho colocou outro papel crepom, de outra cor. Foi uma emendação sofrível, entortada pra "parecer" um rio, tosca.

Eles desenharam pirâmides, sarcófagos e barcos. Cada um de um tamanho.

Quando tudo estava colado. Cruzamos os braços e apreciamos, com cara de intelectual em galeria de arte. Finalmente, alguém falou;

- professora...tá feio pra caramba....

Caímos na risada. Estava feio, estava horrível, desproporcional, medonho. Olha, rimos muito.

Eles decidiram não tirar, a sala ficou com aquilo pendurado. Até que foi trocado por nossa próxima idéia brilhante.



**** post publicado em 2007, republicado em atenção às minhas turmas de Pedagogia, repletas de animação, idéias e milhões de perguntas.
Beijo pra vcs!

25 comentários:

  1. menina eu pagava para ver esse trabalho...hehehe. E vc tá boazinha? Um cheiro.

    ResponderExcluir
  2. Jan, devia ter fotografaco nossa obra prima.Beijocas, sua desaparecida.

    ResponderExcluir
  3. E não é assim que se desenvolve o senso estético? Julgando um trabalho e decidindo, no final, que ele é feio, não belo, e que pode ser melhorado.

    ResponderExcluir
  4. Aposto que você era a professora preferida da 5ª série!

    ResponderExcluir
  5. Vivien,

    Concordo com o Lino. A crítica tem de ser honesta, verdadeira. Foi o que seu aluno fez e todos, aparentemente, concordaram.

    Mas o resultado estético, certamente, não invalida o trabalho em conjunto, pois ele vai além... Deve-se considerar o conteúdo e sua expressão através de algo palpável, material. Assim como uma metáfora:

    Metáfora
    Gilberto Gil
    1982


    Uma lata existe para conter algo
    Mas quando o poeta diz: "lata"
    Pode estar querendo dizer o incontível

    Uma meta existe para ser um alvo
    Mas quando o poeta diz: "meta"
    Pode estar querendo dizer o inatingível

    Por isso, não se meta a exigir do poeta
    Que determine o conteúdo em sua lata
    Na lata do poeta tudo nada cabe
    Pois ao poeta cabe fazer
    Com que na lata venha caber
    O incabível

    Deixe a meta do poeta, não discuta
    Deixe a sua meta fora da disputa
    Meta dentro e fora, lata absoluta
    Deixe-a, simplesmente, metáfora


    obs.: Dê uma olhadinha no post sobre os blogueiros campineiros. Deixei + 1 comentário lá.

    ResponderExcluir
  6. Vivien,
    Legal ter espírito crítico, bom humor, saber rir de si próprio, a aula foi muito boa.
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Lulu, eu também.;0)

    ResponderExcluir
  8. Lino, acho que esse é o caminho. Se o senso estético não foi melhorado, ao menos a noção do trabalho em equipe e o bom humor pra receber críticas acabaram rolando.;0)

    ResponderExcluir
  9. Cláudia, eu gosto de pensar que tinha meus mini fâs.;0)

    ResponderExcluir
  10. Clélia, uma das coisas que acho que realmente foram bacanas, nesses anos com as crianças, é saber que essa questão da crítica acontecia assim: a regra era ser educado, mas sempre, sempre sincero.;0)

    ResponderExcluir
  11. Lord, acho fundamental manter essa leveza, senão, as relações pesam horrores.;0)

    ResponderExcluir
  12. Fantástico. Grande história.

    ResponderExcluir
  13. Tar, bom que vc gostou, bj.

    ResponderExcluir
  14. Lembrei do texto e fiquei contente de ver meu comentário aqui! Você devia mesmo ser a professora preferida da 5ª série.

    ResponderExcluir
  15. Fiquei até com vontade de estar entre a turma.
    Sou bem assim, gosto dessa farra, mas sou muito ruim , nesses trabalhos manuais, que deveriam ser criativos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Queria ter tido vc como professora.:)

    ResponderExcluir
  17. ***Cláudia, foram momentos muito bons. Tenho a sorte de trabalhar agora com futuras professoras, o que é muito gratificante. Beijos.;0)

    ***Aninha, as turmas de quinta sempre são deliciosas! beijos.;0)

    ***Charô, se vc tivesse sido minha aluna, o painel teria sido realmente um sucesso.;0)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Anônimo4:19 PM

    Vivien,

    ninguém teve a idéia de guardar o painel? E se -hoje - ele fosse bonito?

    Beijos filosóficos

    Vivina.

    ResponderExcluir
  19. ***Vivina, tudo era muito efêmero, muitos outros painéis foram feitos....mas fico pensando, depois do seu comentário, como seria ver todos aqueles trabalhos malucos agora...acho que seria muito bacana e - quem sabe? - até mesmo, bonitos.
    Beijos.;0)

    ResponderExcluir
  20. Vivinha,
    Essa aula deve ter sido muito gostosa, e com certeza enraizada na mente de cada um dos participantes dela.
    Bjs com muito orgulho.

    ResponderExcluir
  21. Vivien concordo com você, todas as quintas séries são animadas.
    Adoro meus pequenos, me encanto com as perguntas deles. Eles adoram trabalhar é muito bom.

    ResponderExcluir
  22. ***Mãe, quando encontro com alguns deles - hoje crescidos - eles sempre se lembram das nossas aventuras.;0)
    beijos.

    ***Cecy, sei que vc tb adora os pequenos, a curiosidade deles é maravilhosa, não é? beijos.;0)

    ResponderExcluir
  23. Anônimo8:00 AM

    A aula foi ótima! Eles nunca vão se esquecer do Nilo...
    ;o)

    Frou

    ResponderExcluir
  24. ***Frou, é o que eu espero...rs..beijos.

    ResponderExcluir

Queridinho, entre e fique à vontade: